quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Licor de morango


Continuamos com os licores.Isto porque estamos na fase final. Na fase de engarrafar. Este é de morango. Para quem gosta de bebidas frutadas. Simples de fazer, o único senão é o denominador comum a todos estes licores...o tempo de espera.

Ingredientes:
250gr de morangos (maduros mas inteiros e de preferência pequenos e caseiros)
1 litro de aguardente
500gr de açúcar amarelo

Começar por lavar os morangos e furá-los com um palito cada um deles, várias vezes. Colocá-los num frasco de boca larga juntamente com a aguardente, durante 15 dias num sitio não exposto à luz solar. Agitar todos os dias.
No fim destes quinze dias retirar os morangos e triturá-los. Juntar esta polpa novamente à aguardente e desta vez juntar o açúcar também. Fechar o recipiente e deixar estar cerca de 3 meses. Passados estes 3 meses, o licor tem que ser filtrado e coado mais do que uma vez para retirar a polpa do morango e ficar apenas o liquido que se vai engarrafar.
Depois é só provar, com moderação, claro.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Compota de maçã e Vinho do Porto

Esta semana deram-me maçãs. Muitas. Daquelas selvagens e bastante perfumadas. Apesar de não terem aquele aspeto reluzente das que estão no supermercado e me terem dado bastante trabalho a arranjar, assim que as vi pensei logo em fazer uma compota. 


 Assim foi, depois de as lavar, descascar, retirar o que não se aproveitava, lá coloquei as maçãs no tacho com o açúcar e o pau de canela e deixei-as estar a cozinhar aproveitando assim o perfume que ia invadindo a casa.  Depois de estarem cozidas retirei o pau de canela e passeias-as com a varinha mágica. 
Foi nesta altura que me lembrei de dar um toque "diferente"  à compota e adicionei cerca de 20 a 30ml de Vinho do Porto. Ficou divinal. Sente-se o toque do vinho do Porto no paladar sem se tornar demasiado "alcoólica". Experimentem.

Ingredientes:
800gr de maçãs (peso final, isto é, já descascadas )
400gr de açúcar
1 pau de canela
20/30ml de Vinho do Porto

Colocar tudo ao lume com excepção do vinho do Porto. Deixar cozer até poder passar com a varinha. Voltar a colocar no lume e acrescentar o vinho do Porto. Ferve até fazer ponto estrada. Desliga-se e as restantes operações já sabem...colocar em frascos esterelizados e viá-los para baixo até fazer vácuo.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Licor de café


Um dos muitos que temos feito este verão. Comecei por colocar este porque dos que já provei, este para mim é dos melhores. Mas é tudo uma questão de gosto, claro. 
Um destes dias, em conversa com uma amiga que também anda nesta "onda" dos licores, ela dizia que o segredo estava na qualidade da aguardente que se usava. A que nós usamos é caseira, é comprada diretamente ao produtor. Não sei se realmente é esse o segredo ou não mas o que é fato é que este licor está ótimo. Fica a sugestão para o natal. Ainda vão a tempo...

Ingredientes:
Grãos de café (uma chávena de café)
1 litro de aguardente (de preferência caseira)
500gr de açúcar amarelo
750ml água

Colocar o café e a aguardente dentro de um frasco alto de "boca larga" (tipo os de  mokambo, pensal e afins!) durante 10 dias num sitio protegido da luz solar (por exemplo na despensa) e ir agitando todos os dias.
No fim destes 10 dias juntar o açúcar amarelo e a água. Há muitas receitas onde fazem uma espécie de uma calda de açúcar ao lume e juntam ao licor mas nós optámos por fazer tudo em "cru". Colocar novamente no local sombrio e agitar quase todos os dias ou pelo menos umas 3 vezes por semana. Deixar envelhecer durante pelo menos 3 meses. Quanto mais tempo estiver o licor mais se "dilui o sabor da aguardente.
No fim destes 3 meses, filtrá-lo e passá-lo para uma garrafa de vidro, como a da imagem, por exemplo.