sábado, 31 de dezembro de 2011

O Chá de chocolate...e um lanche antes de dormir!

Ontem experimentámos o chá que trouxemos da Vila Natal. Estivemos a ver um filme e antes de irmos para a cama resolvemos cear. O jantar já lá ia à muito e foi o pretexto que precisávamos. Claro que não contámos com a companhia do M. porque a hora dele de dormir é sagrada. Aliás ele proprio não deixa esquecer. Se há coisa que eu nunca tive problemas foi em deitar as crianças. portanto já dormia desde as 21h30m. A M., já mais crescida e de férias, já acompanha até mais tarde, pelo menos até domingo; depois volta ao ritmo do irmão.
Devo dizer que, para mim o chá tem um sabor a gengibre que se sobrepõe ao do chocolate. Mas gosto. É diferente do que bebemos habitualmente. Também se sente um travo a canela, lá bem no fundo e para que tiver com atenção ou com o palato mais apurado.
Quanto à M., fz um chocolate quente, pois chá nem quando está doente!
Chocolate Quente:
2 barras de chocolate com 70% cacau
1 colher se sobremesa de açucar em pó
400ml de leite
1 colher de sobremesa de farinha maisena
1 pau de canela (opcional, mas eu coloquei)
Dissolver a maisena num pouco de leite e reservar. Derreter o chocolate com um pouco do leite no microondas. Colocar tudo num tachinho e levar ao lume até engrossar . (Não engrossa muito porque a quantidade de leite em relação à maisena é muita, mais dá-lhe "corpo")

Semifrio de baunilha com cockies

Esta sobremesa foi uma adaptação de um bolo de gelado de baunilha que eu vi no blog das "Minhas Receitas". Não consegui tirar a foto do semifrio inteiro, mas aqui fica uma fatia para verem a textura.
Ingredientes:
1,5l de gelado de baunilha (ou outro sabor à escolha)
1 pacote de cockies (eu usei umas cockies pequenas do "Pingo Doce", passo a publicidade)
1 chocolate de leite com amêndoas
1 chocolate de leite Aero
3 folhas de gelatina
Retirar o gelado do congelador de deixá-lo arrefecer sem derreter por completo. Forrar o fundo de uma forma ou um pirex com as cockies e reservar. Picar os 2 chocolates mas não reduzi-los a pó, deixar alguns pedacinhos. Envolvê-los no gelado, juntamente com as folhas de gelatina já demolhadas e derretidas numa colher se sopa de água a ferver. Depois de estar tudo bem envolvido verter por cima das cockies e levar ao congelador. Retirar cerca de 15 minutos antes de servir.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Tronco de Natal

















Foi a minha estreia neste bolo. E devo dizer que apesar das minhas desconfianças ela até saiu bem. A receita é novamente da Joana Roque. A única ressalva ao bolo é que como segui a receita à risca, achei que o creme ficou um bocadinho doce. Portanto se voltar a fazer vou alterar a quantidade de açucar do creme. Quanto ao bolo em si, vou usar mais vezes de certeza porque ele fica com uma textura de mal cozido, nada seco. Como base para tortas, é de fazer sem hesitar.

Ingredientes:

Bolo:
3 ovos
150g açucar
50g de farinha
50g de maisena
10g açucar baunilhado (usei uma colher de café de essência de baunilha)
1 colher de chá fermento
20g de manteiga
1 colher de sopa de água


Creme de chocolate:
1 ovo
90g de manteiga
50g açucar (usei em pó)
50g chocolate culinária
1 colher de café (não usei)


Creme de natas:
125ml de natas (usei frescas)
50g de açucar em pó

Comece por fazer o bolo. Bata as claras em castelo e reserve. De seguida bata as gemas com o açucar e a essência de baunilha. Acrescente o fermento, as duas farinhas e a colher de sopa de água. Envolva as claras a este preparado. Coloque a massa num tabuleiro retangular forrado com papel vegetal e leve ao forno cerca de 10 minutos.
Quando o bolo estiver feito desenforme sobre um pano e deixe arrefecer completamente.
Entretanto faça o creme do chocolate. Derreta o chocolate com a manteiga do microondas e junte o açucar e o ovo. Misture bem e reserve no frigorifico.
Prepare entretanto o chantilly. Bata as natas com o açucar, até ficarem bem firmes.
Misture os dois cremes, o das natas com o do chocolate.
Barre o bolo com parte do creme de forma a recheá-lo antes de o enrolar. Enrole com a ajuda do pano e corte as extremidades do bolo para poder formar o tronco. Barre-o por cima e coloque-lhe as duas extremidades barrando-as com o creme. Decore o tronco com motivos de natal.

Bola de carnes


A receita desta bola é do Blog das "Minhas Receitas". É uma bola com fermento de padeiro, ou seja, não dá muito trabalho mas temos que respeitar os tempos para levedar.
Ingredientes:
250g de farinha
60g de margarina derretida
sal q.b
3 ovos
50g de fermento de padeiro (eu usei umas embalagens de fermento de padeiro que se vendem nos Hiper junto às massas frescas)
1,5 dl de leite morno
carnes variadas (eu usei fiambre e bacon)
Desfaz-se o fermento no leite morno. Numa taça deita-se a farinha, os ovos, a margarina, o sal e o fermento já diluido no leite. Bate-se e deixa-se levedar um pouco.
Entretanto unta-se um tabuleiro de 30cm*15cm com margarina e polvilha-se com pão ralado. Deita-se uma camada de massa (fina) já leveda a cobrir o fundo do tabuleiro. Sobre a massa colocquei fatias finas de fiambre . Outra camada (fina) de massa. Novamente as carnes, desta vez bacon. Nova camada de massa. Alisa-se e polvilha-se com pão ralado e deixa-se levedar novamente até crescer o dobro (cerca de 45m). Vai ao forno até estar feita (teste do palito) e corta-se aos quadradinhos para servir.

Enroladinhos de fiambre e oregãos

Nada mais simples. Cortar a massa folhada às tiras e o fiambre também às tiras. Fazer a montagem, ou seja, uma tirinha de massa outra de fiambre e outra de massa. Enrolar, pincelar com gema de ovo e salpicar com oregãos. vai ao forno até dourar.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Vila Natal



Esta exposição tinha verdadeiras obras de arte em pasta de açucar.
A Casa do Pai natal!
Quem é que nunca quis ir a casa do pai natal?! Como podem ver o senhor das barbas brancas conhece figuras importantes. E guarda a s fotografias na sua sala!

A Fábrica dos brinquedos

O Presépio

O famoso boneco de neveEsta semana fomos à vila natal em Óbidos! É ums viagem ao imaginário infantil! Conseguem recriar ali tudo o que diz respeito ao natal! Ali, até os mais céticos acreditam no natal e se calhar por instantes vivem o espirito natalicio!
Trouxemos de lá um licor de chocolate e um chá de chocolate com gengibre e canela. Para provarmos numa noite fria destas, ao serão. Sim...eu não podia deixar de trazer de lá qualquer coisinha de chocolate, não é?!

Bolinhos de bacalhau

Continuo a aproveitar e a reciclar o que sobrou do natal. Desta vez foi o bacalhau, ou melhor o que sobrou dele. Resolvi aproveitar e fazer umas bolinhas de bacalhau. Estas bolinhas suscitaram algumas perguntas por parte do M.: "Mas porque é que os bolinhos de bacalhau são redondos?Tu tens a certeza que são bolinhos de bacalhau?" E uma mãe ainda tem que ouvir isto!!!
Ingredientes:
3 postas de bacalhau já cozido e limpo de peles e espinhas
6 batatas cozidas (médias)
salsa q.b.
cebola picada q.b.
alho picado q.b.
5 gemas
5 claras batidas em castelo
Bate-se tudo com a batedeira e por fim envolvem-se as claras em castelo. Formam-se bolinhas e passam-se por pão ralado. Vão a fritar em óleo bem quente.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

O presente da prima M.

Este foi o presente de natal da M. para mim. Estão a ver como é uma rapariga habilidosa! Já está na minha mesa de natal! Para ver mais coisas bonitas como esta espreitem em www.o-outro-lado-da-maria.blogspot.com.

Creme de chocolate e avelãs

Este creme de avelãs consiste numa espécie de Nutella "homemade" e retirei a receita já à algum tempo ( no verão, para ser sincera!) do blog www.panoparamangas.blogspot.com.

Ingredientes:
90g de açucar em pó
130g de avelãs moidas
60g de chocolate culinário
70g de manteiga
100ml de leite

Comecei por derreter o chocolate com o leite e a manteiga no microondas e depois levei a mistura do chocolate com os restantes ingredientes ao lume em banho maria e fui mexendo sempre até engrossar um bocadinho. convém estar em lume brando e ir mexendo de vez em quando porque ainda leva uns 15 a 20 minutos ao lume em banho maria. Depois é colocar num frasco devidamente lavado e esterelizado e deixar arrefecer antes de tapar com um tampa de metal.

Biscottis de Avelãs

Adaptados do Blog "As Minhas Receitas".
Ingredientes:
3 claras
75g de açucar (usei em pó)
120g de farinha de trigo
100g de avelãs
Forre uma forma de bolo inglês com papel vegetal. Bata as claras em castelo até ficarem firmes e vá acrescentando o açucar aos poucos até ficar bem incorporado e batendo sempre. Acrescente depois a farinha e as avelãs picadas grosseiramente e mexa bem até envolver.Coloque a mistura na forma e alise com uma espátula e leve ao forno cerca de 30m. Corte o bolo em fatias e volte a colocá-las num tabuleiro de ir ao forno e leve novamente ao forno, cerca de 15m virando-os até estrem douradas, secas e crocantes.

O último presente de natal caseiro de 2011

Este foi o último cabaz de natal a ser entregue. Foi feito especialmente para a prima M. que eu sei que é fã especialmente dos meus doces! Coloquei uma latinha com bombons de chocolate caseiros. Derreti metade de um chocolate de leite "nestlé" com uma colher de sopa de leite e coloquei na forma de silicone, neste caso com o formato de ursinhos. Deixa-se solidificar à temperatura ambiente apenas com uma pelicula aderente por cima. Depois é só desenformar.
O cabaz levava também um licor de canela, não para ela mas para a tia I..
Fiz uns Biscottis que tinha visto no blog das Minhas Receitas, que embora na receita original levassem figos optei por não pôr pois não sabia se a M. gostava. Por último, um creme de chocolate e avelãs para barrar os biscottis! Eu sei que a M. é tão fã do chocolate como eu!

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Dia de Natal



No dia de natal também houve jantar. Eu sei que tradicionalmente é almoço de dia de natal. Mas cá em casa temos que nos adaptar aos horários de trabalho do A.. Estas adaptações já fazem parte da tradição. Tenho uma amiga que o marido trabalha por turnos numa outra empresa da cidade e no ano passado ela dizia-me assim: " sabes...este ano vou entrar no ano novo primeiro do que voces! Quando voces lá chegarem já eu lá estou à uma hora! O J. vai entrar à meia-noite então temos que abrir o champanhe antes de ele ir!!!" É assim. Como esta, há mil e uma histórias!
Bom..mas estavamos no jantar de natal. Como é uma época passada - como diria uma amiga - à volta da mesa, a fome não era muita. No entanto, como entrada fiz uma bola de fiambre e bacon, diferente da habitual e uns folhados enrolados de fiambre com oregãos. O prato principal foi lombo assado com batatinhas , arroz primavera e couve cozida. As sobremesas...bom...a mesa era a mesma do dia anterior e os doces também.
Esta semana vou colocar aqui mais pormenorizadamente as receitas destes jantares.
Continuação de Boas festas!

Noite de Véspera de Natal


E pronto. Já lá vai o natal. É a época do ano que mais gostamos cá em casa. A minha irmã até costuma dizer que aqui se começa a festejar o natal logo a seguir ao mês de Agosto!!! Exagero claro! Mas em Novembro já se respira natal aqui em casa. Há uma série de rituais que seguimos e por ser uma época que passa a correr, o melhor é começar cedo. Há a loiça da cozinha que tem que mudar para o serviço de natal, os enfeites pela casa, depois as árvores de natal ( temos uma grande na sala e outra no quarto das crianças, mais pequena, claro) depois o presépio, a ida ao musgo para o presépio, enfim...passando pelas festas de natal das crianças e pelas bolachas de natal feitas aos fins de semana, o planear dos presentes "handmade"... , as tradicionais visitas aos presépios da cidade, nomeadamente os dos bombeiros, voluntários e municipais, são fantásticos, minunciosos.
O bacalhau foi o rei da ementa, claro. Cozido, com couves, batatas, cenouras, ovos e grão. As entradas foram leves porque o menu assim o exigia. Apenas uns croquetes e uns bolinhos de bacalhau em versão cocktail e umas tapas do mar para colocar numas tostinhas.
Depois do bacalhau...as sobremesas. Feitas por mim, o tronco de natal, o semifrio de gelado de baunilha e cockies e as tacinhas de fruta. Da avó I. temos os indispensáveis coscurões (receita quase centenária na familia), a mousse de limão e o doce das três camadas . Da avó R. as rabanadas e a tia K. trouxe os sonhos e o bolo rei.
A noite não podia correr melhor. O pai natal lá veio e até tocou à campaínha. O natal é das crianças. Até a distribuição dos presentes tem um ritual!
No fim da noite, o chá.Verde com manga e tangerina. Termina assim mais uma consoada.
Feliz Natal!!!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Feliz Natal!!



Já cheira a Natal!

Esta é a época do ano em que em não me incomodo com o cheiro dos fritos dentro de casa. Com o cheiro da canela misturada com o açucar amarelo; da azáfama dos dias que antecedem o natal, de pensar se está tudo tratado, se não nos esquecemos de ninguém, enfim...os minutos passam a correr nesta contagem decrescente para a véspera de natal.

Tenho feito muitos dos presentes para oferecer e têm ido sem que eu me lembre de fotografá-los! Estas são duas das coisas que fiz e ainda fui a tempo de fotografar!! Licor de canela e o celebre Bolo de Natal na lata que já tinha feito no ano anterior mas que alterei um pequeno pormenor que para mim faz logo toda a diferença!! Substitui o whisky por Vinho do Porto. Acentua o sabor a especiarias. Além disto, ofereci baileys caseiro, bombons caseiros (aprovadíssimos) e alguns enfeites de natal em feltro, para colocar nas árvores de natal, "handmaid", claro. Também fiz bolachas, mas rendem pouco, porque tenho lá dois duendes em casa que no que toca a bolachinhas confeccionadas em casa, não deixam os créditos por mãos alheias!!!

E pronto....posts agora só depois do natal! Desejo a todos um Feliz Natal, cheio de paz e saúde.




quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Ensaios para o Natal II

Já tenho visto na net alguns bombons "handmade" . Umas ideias mais fáceis outras mais trabalhosas, outras que se conservam só no frigorifico, enfim...há para todos os gostos. Então resolvi adaptar e sairam estes que se conservam perfeitamente à temperatura normal e que, a meu ver, são do mais simples que pode haver. São uma boa opção para um miminho de natal com um toque pessoal.

Ingredientes: (para 10 Bombons)

250g de chocolate de leite ( de boa qualidade; eu usei da nestlé)
10 Nozes picadas grosseiramente
2 colheres de sopa de amendoas peladas picadas grosseiramente
1 colher de sopa de leite


Parte-se o chocolate para uma taça e junta-se a colher de sopa de leite. Vai a derreter ao micro-ondas mexendo-se de vez em quando para ficar um creme homogéneo. Depois e sem deixar arrefecer juntam-se as nozes e as amendoas envolvendo tudo. Coloca-se o chocolate dentro das forminhas de silicone para o gelo ou até para bombons (encontra-se na Casa e são baratas) e deixa-se solidificar à temperatura ambiente. Depois como sugestão podem envolver os bombons em papel celofane e oferecer.

Sobremesa de caramelo

Esta sobremesa vi-a neste blog à uns tempos e resolvi guardar a receita para experimentar. Lá calhou no fim de semana. Fica com a consistência de um semifrio.


Ingredientes:

1 pacote de bolacha Maria
1 litro de leite
150g de açucar
3 colheres de sobremesa de caramelo líquido
3 folhas de gelatina incolor


Começa-se por picar no 1 2 3 a bolacha maria e reserva-se. Coloca-se num recipiente o leite, o açucar e o caramelo e mexe-se com uma vara de arames, até ligar tudo. Junta-se as bolachas picadas e as 3 folhas de gelatina já demolhadas em água fria e dissolvidas posteriormente numa colher de sopa de água a ferver.

Verte-se o preparado para os frasquinhos de vidro, deixa-se arrefecer. Já frios tapam-se com uma pelicula aderente e vai ao frigorifico.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Ensaios para o Natal

Neste domingo andei a fazer uns "ensaios" para o natal. Estas bolachas e uns bombons que mais tarde hei-de aqui colocar. Para já ficam as bolachas. Os meninos pediram-me numa tarde chuvosa como a de ontem para fazer umas bolachinhas e eu juntei o util ao prazer de brincar com eles na cozinha.


Ingredientes:
(receita adaptada do livro da Mafalda Pinto leite, "Cozinha para quem quer poupar"pág.172)

2 e 1/2 chávenas de farinha de trigo
1/2 chávena de farinha maisena
1 chávena mal cheia de açucar em pó
1 ovo
1 colher de chá de essência de baunilha
200g de manteiga amolecida

Bate-se a manteiga com o açucar até obter um creme fofo e esbranquiçado. Junta-se o ovo e a essencia de baunilha e bate-se novamente. Por fim, peneiram-se as duas farinhas e juntam-se ao preparado anterior envolvendo inicialmente com uma colher de pau e depois amassando com as mãos. Envolve-se a massa numa pelicula aderente e vai ao frigorifico cerca de 20 a 30 minutos .
Findo este tempo, estende-se a massa com a ajuda de um rolo e com a ajuda dos cortadores de bolachas, cortam-se. Vai ao forno, num tabuleiro forrado com papel vegetal, cerca de 8 minutos.
Depois deixam-se arrefecer em cima e se quiserem decoram-nas e não guardam-nas numa latinha devidamente fechada.
Nós fizemos as duas coisas: metade guardámos numa latinha alusiva ao natal que temos na cozinha e com as restantes decorámos com chocolate preto belga para fundue (é mais espesso) e colocámos numas rolinhos coloridos e noutras coco com corante verde.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Em família...

À noite não podia deixar de ser em família. Como tal, o A. encomendou um bolo que eu tinha provado à algum tempo numa festa de aniversário e gostei bastante. Era de miolo de noz e recheio crocante. Uma delicia. Mandei uma fatia para a prima M. como ela me pediu e congelei outra para a tia S. como me foi pedido também. Estou à espera do veredito!
Tenho a sorte do meu aniversário ser - para mim,claro- no melhor mês do ano, em que as casa estão enfeitadas e o ambiente é diferente do resto do ano.

Um dia especial

Ontem foi um dia especial.Como tal, fui almoçar com o A. a um sitiohttp://www.booking.com/hotel/pt/casa-pinha.pt.html?aid=311098;label=casa-pinha-SaYou_LEneCiz417THETMgS4863111857;ws=&gclid=CNzdjaLM5awCFYKGDgodGUI7Jg onde vamos frequentemente tomar café no verão.
As vistas são as melhores possiveis sobre a Figueira e sobre a imensidão do Oceano e a comida fantástica. E temos ainda a calma da Serra...
No verão podemos desfrutar das vistas cá fora, ao ar livre, enquanto as crianças brincam sem perigo ali à volta e ainda vêm os Burros que os donos da casa criam porque são animais em via de extenção.
Portanto não vos trago propriamente um "report culinário" feito por mim mas sim degustado por mim. Como podem ver pelas fotos só registei para além das vistas, a sobremesa.
Como pratos principais escolhemos um de carne e outro de peixe. Todos os pratos na ementa têm um cognome romântico, mas confesso como os li todos agora não tenho a certeza dos cognomes destes mas fica o pormenor.
O prato de peixe era um bacalhau gratinado com gambas e o de carne era lombinho grelhado com especiarias e acompanhado com salada, batatas e fruta (kiwis e laranja). Qualquer um deles estava magnifico. A sobremesa... este bolo de chocolate.Palavras para quê!! Devo dizer que esta casa só trabalha com chocolate belga o que torna soberbo o bolo e o molho que o acompanha.
Quem não conhece, recomendo.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Bifes de cebolada

Tenho andado ausente, eu sei. Ando ocupada com outras coisas igualmente importantes. Vou ver se consigo atualizar agora este meu cantinho culinário.


Esta receita, apesar de básica, já não a comia à algum tempo. Lembrei-me dela porque a minha bisavó que era - e perdoem-me a modéstia- a melhor das cozinheiras, fazia uns bifes de cebolada de comer e chorar por mais. Usava alguns truques e algumas especiarias que não são muito usuais na cozinha do litoral. Ela era do baixo alentejo e a portas meias já com o país vizinho. Tenho-me lembrado mais dela, sobretudo esta semana, porque se fosse viva, fazia hoje, dia 24 de Novembro, 100 anos. Parabéns Avó!



Ingredientes: (para 4 pessoas)


800g de carne de porco (bifes)


2 cebolas grandes


alho picado q.b.


azeite q.b.


1 folha de louro


cravinho em grão (pouco pois intensifica bastante o sabor)


2 colheres de sopa de polpa de tomate


sal q.b.




Cortar a carne em pedaços mais pequenos e reservar. Num tacho ao lume colocar a cebola às rodelas fininhas (o mais fininho possivel), o azeite, o alho picado, a folha de louro e a polpa de tomate. Deixar murchar e colocar a carne. Tapar e mexer de vez em quando. Cerca de 10 minutos depois da carne estar a cozinhar, juntar o cravinho (eu coloquei apenas um grão; é o suficiente para lhe conferir o sabor). Deixar cozinhar até estar pronto. Servir com arroz branco, batata cozida ou até mesmo alguma pasta.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Torta de Laranja e coco



Não tenho muito o hábito de fazer tortas. Não é que me saiam mal, apenas não tenho tendência para as fazer. Mas esta, pela sua simplicidade achei que valia a pena. E não me enganei. Com a ajuda do M. lá fizemos a torta. Ontem foi um dia especial para o meu menino. Ele esperava a "Fada dos Dentinhos", pois tinha-lhe caído um dos seus dentinhos de leite. E a criança , devidamente instigada pelo nosso amigo N., estava à espera que a tão desejada fada lhe aparecesse com um presentinho. E a fada não o desiludiu.


Ingredientes:

6 ovos

sumo de 2 laranjas

100g de coco ralado

1 colher de sopa de maisena

150g de açucar amarelo (mas para a próxima coloco menos)

açucar e canela para ajudar a enrolar a torta


Diluir a colher de maisena no sumo de laranja e reservar. Misturar o açucar com os ovos juntando um a um e batendo com uma vara de arames. Envolver o coco. Juntar a mistura da maisena e mexer com a vara de arames até ficar tudo homogeneo.

Verter para um tabuleiro de 25x35/40cm (fica um torta pequena) forrado com papel vegetal e levar ao forno pré aquecido verca de 30 minutos a 180º. Desenformar sobre um papel vegetal polvilhado com uma mistura de açucar e canela.

Fica uma torta húmida, tipo a de laranja ou de cenoura.


domingo, 6 de novembro de 2011

Fruta assada do Jamie Olivier

Tinha visto esta receita no 30 minute Meals, durante as férias, assim como outras que também tomei nota e que quero ver se um dia as experimento! Esta era com fruta assada. Ele fez um tabuleiro com vários tipos de fruta da época, onde se incluiam os pessegos e os alpereces . É engraçado a forma como o Jamie Olivier trata a comida. É de certeza um muito bom garfo e não me esqueço de uma frase que ele disse quando preparava a fruta para ir ao forno: "Pode ser com pêssegos, ameixas, qualquer coisa....qualquer coisa é bom!"

Bom esta versão é um bocadinho diferente da minha daí eu experimentar. Fiz com maçãs, que é uma fruta consensual cá em casa.



Ingredientes:

6 maçãs médias

1 colher de chá de extrato de baunilha

3 colheres de sopa de açucar amarelo

1 chávena de chá de Vinho do Porto Tinto (cerca de 240ml+/-)

1 pau de canela partido ao meio



Lavar as maçãs e cortá-las aos quartos retirando-lhes o caroço. Colocá-las numa assadeira e regá-las com o vinho do Porto, o açuca, o pau de canela e a baunilha. Misturar bem para envolver as maçãs nos ingredientes. Vai ao forno, cerca de 15 minutos. Fica com um molho espesso quase caramelizante. Muito bom e rápido para uma sobremesa de emergência.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Bacalhau no forno

O jantar de ontem foi um prato de forno. Com este tempo o que sabe bem é ligar o forno e aquecer o ambiente, não só de temperatura mas também de aromas. Este é um prato que se pode iniciar de véspera, deixando apenas as batatas e a couve para cozer na hora.


Ingredientes:

1 embalagem e 1/2 de bacalhau desfiado (cerca de 600g)

6 ovos cozidos

1 couve coração

6 batatas grandes

azeite q.b.

alho picadoq.b.

cebola picada q.b.

azeitonas

1 folha de louro


Num tacho coloca-se azeite, alho picado, cebola e a folha de louro de deixa-se alourar. Junta-se o bacalhau e deixa-se cozinhar mexendo de vez em quando e juntando sal se necessário ( utilizei bacalhau já demolhado por isso acrescentei pouco sal dado que este bacalhau não está completamente insosso). Este preparado pode ser feito de véspera, assim como a cozedura dos ovos.

Prepara-se a couve lavando-a e cortando-a em juliana grossa e as batatas descascadas e cortadas às rodelas. Cozem-se sem ser em demasia, sem que as batatas se desmanchem. Escorrem-se e num pirex que vá ao forno, forra-se o fundo com azeite, alho picado e cebola e colocam-se às camadas o bacalhau, os ovos cozidos e cortados às rodelas, as batatas e a couve, alternadamente. No final rega-se novamente com azeite por cima e vai ao forno cerca de 25 a 30 minutos. Quando estiver quase pronto colocam-se umas azeitonas por cima até finalizar o tempo de forno.


quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Bolo de Bolacha

Quem me conhece sabe que já tentei fazer o bolo de bolacha algumas vezes mas nem sempre correu bem. Não sei porquê...mas há qualquer coisa a meio do percurso que não corre bem. Eu também não sou grande apreciadora de bolo de bolacha, mas tenho cá em casa 2 grandes fãs: pai e filho e por isso volta e meia lá experimento novamente uma nova versão do dito bolo. Devo dizer também que sempre me recusei a fazer o tradicinal creme de manteiga. Não consigo. Acho que é comer manteiga às colheres! Perdoem-me os conservadores ou as conservadoras mas ...não faço. Então experimento alternativas ao dito creme tradicional. Mas desta vez, parece que a coisa correu bem. Tinha lá em casa esta receita à algum tempo para a fazer e já tinha inclusivé comprado as natas frescas. Como estavam quase em cima do prazo de validade vi-me obrigada a tentar a sorte! Sem dúvida a melhor versão de um bolo de bolacha feito por mim. A voltar a fazer, já não quero outro. Pai e filho gostaram e para mim é o que interessa.




Bolachinhas e Dedos de Bruxa




Apesar de estar meia adoentada desde o fim de semana e de andar a Brufens (passo a publicidade!-estas diferenças de temperatura dão cabo de mim!!) os pequenos lá me convenseram na 2ª feira depois de jantar a fazer umas bolachinhas. Apesar do meu corpo pedir descanso, lá lhes fiz a vontade! Como estavamos em pleno Halloween resolvi fazer uma brincadeira com as bolachas, que tinha visto à uns tempos na net, mas para ser sincera já nem sei bem onde. Ficou-me a imagem e resolvi fazer 3 ou 4 bolachinhas a imitar os dedos de uma bruxa!




Ingredientes:


100g de manteiga derretida


150g de açucar


2 ovos batidos


300g de farinha


20g de açucar baunilhado ou 1 colher de café de extrato de baunilha ou 1 colher de sobremesa de raspa de limão (eu coloquei a raspa de limão)


1 pitada de sal
Amendoas (para as unhas!)






Misturar a manteiga derretida com o açucar, os ovos o sal e o açucar baunilhado ou o extrato de baunilha. Envolver bem com uma colher de pau. Em seguida juntar a farinha e voltar a mexer para não amassar. Fazer uma bola com a massa e embrulhar em película aderente e levar ao frigorifico meia hoara a 45 minutos.




Em seguida moldar a massa de acordo com o que queremos. Ou fazemos dedos de bruxa, como foi o caso, a M. fez abóboras e chapéus de bruxa, o M. utilizou os corta bolachinhas e fez arvores, coelhinho, borboletas...




Vai ao forno num tabuleiro forrado com papel vegetal, cerca de 7 a 8 minutos.