sexta-feira, 30 de novembro de 2012

O mistério do Pai Natal...e as crianças.

Quem me acompanha neste blog sabe o mês de Dezembro é um mês muito especial. É uma época envolta em decorações, planeamentos, opções, experiências e por si só é um mês em que as casas estão vestidas de um modo festivo. É um mês que "sabe diferente...". 
Por isso, hoje não venho aqui pela  cozinha mas pela fantasia, pela magia...do Natal.

Imagem retirada daqui

Quem tem crianças pequenas e alimenta esta ideia mágica do pai natal, chega a esta altura do ano e  pergunta-se muitas vezes se a história ainda vai encantar aos mais novos. No meu caso, a mais velha que já sabe da história toda, mas  acha que se deve manter a magia por causa do irmão mais novo, pelo menos, enquanto ele for fazendo só algumas perguntas básicas, como que, não querendo ir muito ao fundo da questão para não ter nenhuma surpresa menos agradável. Eu acho que ele prefere ficar assim...naquilo que lhe parece. 
No entanto, ter alguém vestido de Pai natal lá em casa, só se for figurante, porque da família já ninguém arrisca ! Já não vai passar no "crivo" daquele olhar clínico. E não é uma maneira simpática de acabar com um sonho.

Decidi fazer este post  a propósito de uma reportagem que eu li no sapo, sobre esta questão da existência ou não do Pai natal e a forma como é vivida, pelas crianças, esta figura natalícia. Achei interessante e para quem se importa com estas questões aqui fica o link.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Os jantares das segundas e quintas feiras têm que ficar "semi-prontos" de véspera porque chegamos a casa muito tarde. Aliás, esta semana eu comentava com outra mãe, que me dava jeito ter um controlo remoto para ligar o forno, quando ela me disse que os fornos elétricos podiam ser programados! E agora saber do livro de instruções do meu forno??? Pronto...enquanto isso, vou deixando de véspera o jantar mais ou menos pronto, de forma a chegar a casa e enquanto  se põe a mesa e se arrumam mais umas coisas, ele próprio se acaba de cozinhar. Os pratos de forno são quase sempre os eleitos por várias razões: permitem ficar já preparados com antecedência e ajudam a aquecer o ambiente com o calor do forno.


Desta vez foi empadão. Ficaram quase prontos no frigorífico, já individualizados em ramekins,  apenas à espera de serem pincelados com a gema de ovo e gratinados com o calor do forno, para acompanharem um  
caldo verde e uma salada de tomate e pepino.

Ingredientes:
Carne picada estufada (eu estufei cerca de 1kg de carne e utilizei alguma para preparar este empadão)
Puré de batata
Gema de ovo para pincelar.

Carne picada:
Colocar um tacho ao lume com azeite, alho picado, uma folha de louro, polpa de tomate e 3 ou 4 rodelas de chouriço pouco gordo. deixar dourar um pouco e juntar a carne picada. Deixar cozinhar cerca de 40 minutos, temperando com sal entretanto, claro. Quando estiver cozinhado, desligar e reservar.

Puré de batata:
5 batatas médias
sal q.b.
leite q.b.
noz moscada q.b.

Cozer as batatas com água e sal. Depois de bem escorridas, passar com a varinha mágica, acrescentar leite até ficar com a consistência desejada e a noz moscada. Passar novamente com a varinha mágica.

Depois é só colocar num recipiente ou em vários que possam ir ao forno e começar pelo puré, depois a carne e finalizar com o puré. Pincelar com gema de ovo e vai ao forno a gratinar.

P.s.: a restante carne estufada fica para o jantar de 5ª feira: Bolonhesa.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A pensar no natal...

As abóboras abundam lá por casa. Já usei nas sopas; já congelei, quem sabe para  filhoses no natal; já fiz doce (pelo menos duas vezes) a pensar em oferecer no natal e também para comer com requeijão. Confesso que  usar em bolos é a forma que menos me atrai. Deixo isso para a minha mãe que faz um belíssimo bolo de abóbora com nozes.

Doce de abóbora com nozes


Ingredientes:
2,700 kg de abóbora já limpa e descascada
1,500kg de açúcar
Raspa de 1 limão
4 paus de canela
Miolo de noz q.b.

Colocar num tacho grande a abóbora cortada aos cubos, o açúcar, os paus de canela e a raspa o limão. Deixar cozer até se desfazer. Eu usei a varinha mágica para triturar, mas fica ao gosto de cada um. Volta ao lume até fazer ponto estrada. Desligar e juntar as nozes. 
Colocar nos frascos com tampa metálica, já esterilizados, tapar e virá-los para baixo  de preferência de um dia para o outro.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Um clássico da comida de conforto


Conforto é sinónimo de simplicidade. Daí que sejam comidas simples,  com pouco requinte. Mas que sabem tão bem...

Ingredientes:
1 lata das médias de atum
3/4 de uma embalagem de massa em espirais grande
1 embalagem de queijo flamengo ralado
2 dentes de alho picados
 azeite q.b.
200ml  de molho béchamel (Com a preguiça nem me apeteceu fazer o molho, os de compra servem mesmo para estas emergências)
sal q.b.


Preparação:
Forrar o fundo de um tacho com azeite e os dentes de alho. deixar aquecer sem queimar. Entretanto escorrer o atum num passador e "solta-lo" com a ajuda de um garfo. Juntar ao azeite e ao alho, acrescentando também o sal e deixar cozinhar. Quando estiver quase pronto juntar o molho béchamel e mexer de modo a envolver bem deixando cozinhar mais um pouco.
Colocar num recipiente que possa ir ao forno, cobrir com o queijo ralado e levar ao forno já pré aquecido, até estar tostado. Servir com uma salada ou legumes salteados.


terça-feira, 20 de novembro de 2012

Um doce regresso

Depois de uma ausência (forçada), achei por bem trazer um doce para o meu regresso. Assim que vi estas bolachinhas  resolvi "levá-las" para casa e reproduzi-las.  Rendem bastante. Enchi a lata das bolachas. E são ótimas para amantes de chocolate.



Ingredientes:
150g de manteiga (usei com sal)
125g de açúcar mascavado
80g de açúcar branco
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 gema fria
1 ovo frio
300g de farinha
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
200g de chocolate para culinária


Pré aquecer o forno a 180º e forrar um tabuleiro com papel vegetal.
Bater bem o açúcar (os dois) com a manteiga derretida. Juntar a gema, o ovo e o extrato de baunilha. Continuar a bater bem até estar tudo envolvido e uniforme. Adicionar a farinha e o bicarbonato de sódio e mexer bem. Por fim envolver os pedacinhos de chocolate. ( eu parti uma tablete de chocolate de culinária para dentro do processador e piquei grosseiramente).
Fazer pequenas bolinhas com as massa, moldando-as mais ou menos do tamanho de brigadeiros. Colocar em cima do papel vegetal, bem separadas porque elas vão alargar e achatar.
No forno levam a cozer cerca de 20 minutos.
Retirar do forno e deixar as bolachinhas arrefecer em cima de uma grelha. Depois de frias é só colocá-las numa lata ou num frasco que feche bem e deliciar-se de vez em quando com um copo de leite.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Uma sugestão para um domingo à noite

Em minha casa, uma pizza ao domingo à noite, é sempre bem vinda! Uma comida descontraída para o que resta do fim de semana.
Desta vez experimentei uma massa que vi na minha última aquisição, em termoas de literatura gastronómica, "Cozinhado por miúdos", cujas autoras são as responsáveis pela escola de culinária para crianças e jovens, entitulada LitleChef.
Eu confesso que tenho um pouco de tendência\fascínio com este capítulo da cozinha associada ao público mais novo e portanto, quando entro numa livraria e me dirijo à secção de gastronomia, a minha orientação vai sempre para este tipo de livros. Talvez por ter filhos pequenos e ver neles interesse pela forma como eu cozinho, a curiosidade pelo que vão comer e pelos próprios alimentos, me tenha despertado mais vontade de saber mais sobre as técnicas a praticar com eles.
 


Ingredientes: (Adaptado do livro "Cozinhado por miúdos, pág.192)

Massa:
300gr de farinha
150ml leite
4 colheres de sopa de azeite

Recheio:
Molho de tomate
Fiambre
Queijo mozzarela
Queijo flamengo
1 ovo
azeitonas descaroçadas
oregãos

Deitar a farinha numa taça e acrescentar o leite aos poucos. Juntar o azeite e mexer bem. Fazer uma bola com as mãos e estendê-la com a ajuda do rolo da massa, numa superfície enfarinhada. Colocar a massa num tabuleiro, forrado com papel vegetal.
Espalhar o molho de tomate por cima da massa, em seguida os 2 queijos ralados, as fatias de fiambre, as azeitonas, os oregãos e finalmente o ovo.




domingo, 4 de novembro de 2012

Salmão com laranja e coentros

Eu acho que o salmão combina muito bem com citrinos, principalmente com laranja. Os meus filhos não são  grandes apreciadores de salmão, então eu resolvi fazer para mim e para o meu marido. O salmão foi cozinhado em sumo de laranja e no final.... um toque da amendoa torrada por cima.
 
 
 
 
Ingredientes:
2 filetes de salmão
azeite para untar a frigideira
sumo de 3 laranjas
coentros q.b.
alho picado
sal q.b.
 
Começar por deixar o salmão a marinar em alho picado,  sal e sumo de limão, pelo menos umas 2 horas. Depois pincelar uma frigideira anti aderente com azeite e deixar aquecer. Colocar os filetes de salmão na frigideira e regá-los com o sumo de laranja. Ir virando os filetes com cuidado para que cozinhem dos dois lados. Quando estiverem quase prontos, colocar os coentros e retificar o sal, se for caso disso. Entretanto colocar um tacho pequeno ou uma frigideira pequena ao lume e pôr lá a amendoa para a  deixar tostar. (Eu usei miolo de amendoa granulado)
Retirar os filetes de salmão do lume, colocá-los num recipiente que possa levar molho e regá-los com o molho da laranja e coentros em que o salmão foi cozinhado. Juntar a amendoa torrada por cima.
 
 
Eu acompanhei com cenoura cozida e batatinha também cozida.

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

E o prometido é devido...


Pois é...o prometido é devido. Um bom pequeno almoço, sem relógio,  com pãozinho quente, sumo natural, leitinho, café, croissant, etc. 
O pão é o resultado de uma receita que já tenho debaixo de olho à algum tempo: Artisan Bread. Fiz tal e qual a receita indica, em diversos blogs e saiu muito bem, apesar de já ter lido alguns comentários de casos menos bem sucedidos. Este saiu na perfeição.



  Não podia esquecer o bolinho, até porque ontem o dia foi passado mais por casa e havia que pensar também no lanche da tarde.

Pão de ló de laranja
Ingredientes:
2 chávenas de farinha
1 chávena de leite
1 1/2 chávena de açúcar
Sumo de 3 laranjas
4 ovos
1 colher de chá de fermento em pó.

Juntar o açúcar com as gemas e bater bem. Adicionar o sumo das laranjas. Depois a farinha e em seguida o leite.
Por fim as claras em castelo. Vai ao forno a 180º.
 Um bolinho simples mas muito bom.