quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Bruschetta de Fiambre e oregãos


Chamam-lhe assim os italianos. Dizem que é um antepasto, isto é, uma pequena porção de alimento servida antes das refeições principais. Por outras palavras e para nós portugueses : Entradas!

Esta tem este nome porque efectivamente é de origem italiana, tal como as pizzas e as pastas. São torradas típicas italianas. É feita preferêncialmente, com fatias de pão rústico ou de centeio, fatias essas que são torradas primeiro numa grelha e não na torradeira, depois esfregadas com azeite e alho e por cima coloca-se aquilo que quisermos; são muito versáteis porque aceitam muitos recheios, só depende da nossa imaginação e às vezes do que se tem no frigorifico (ou não)! Neste caso coloquei fiambre, queijo mozzarela ralado e oregãos. Vai ao forno e nhmmm... é uma delícia.

Empadas de Delícias do Mar



É uma receita rápida e o recheio é a gosto. No meu caso para fugir ao tradicional fiz com delicias do mar. A massa além de ser de fácil e rápica confecção, trabalha-se muito bem.


A foto só mostra 2 empadas porque foram as que me sobraram quando decidi tirar a foto!




Ingredientes:

Massa:

  • 300g de farinha

  • 2 colheres de sopa de azeite (bem cheias)

  • 100g manteiga

  • 1dl água fria

  • sal

  • 2 gemas de ovo para pincelar


Recheio:


  • 1 embagem de delicias

  • alho picado

  • um fio de azeite

  • uma pitada de sal

  • Molho béchamel (de compra ou não)


Procedimento:

Para a massa:

Coloque a farinha numa taça grande. Em cima da farinha a manteiga cortada em cubinhos para ser mais fácil de trabalhar), o azeite e a pitada de sal. Misturar com as mãos até ficar com a consistência de areia. Juntar a água fria sem amassar. Fazer uma bola grande e reservar no frigorifico durante 1 hora.



Recheio:

Num tacho coloque as delicias já previamente descongeladas e cortadas em bocadinhos pequenos; junte um fio de azeite e uma pitada de sal. Deixe cozinhar 2 minutos. Junte o molho béchamel e envolva. Volte a deixar cozinhar mais 4 a 5 minutos em lume baixo.



Empadas:

Tenda a massa com um rolo de cozinha corte circulos e coloque detro de formas de aluminio descartáveis.


Coloca-se o recheio e tapa-se com um circulo da massa. Pincela-se com a gema de ovo e vão ao forno pré-aquecido a 180º ( não pode ser muito quente porque a massaleva manteiga e podem queimar com facilidade) durante cerca de 30 minutos.



quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Salada de arroz com atum


Um dos livros de culinária que tenho e que costumo consultar, é o da Mafalda pinto Leite, "Cozinha para quem quer poupar", ( que neste momento o emprestei a uma amiga interessada no assunto) porque a comida de um modo geral, é o que leva uma das maiores fatias do orçamento familiar e, de facto, comer barato, não quer de forma alguma dizer comer mal ou comer sempre o mesmo todos os dias. O livro é muito bom e inclusivé dá dicas de como elaborar ementas semanais, que é uma coisa que eu já faço há algum tempo porque permite-nos não só organizar a lista do super mercado mas também a própria semana em termos de alimentação.

É tudo uma questão de imaginação dentro daquilo que temos em casa e comprar primeiro os básicos (massas, arroz, farinha, batatas, carne, peixe).

Se nos dias de hoje a palavra de ordem é poupar, devemos evitar deitar comida fora e aprender a reciclar as sobras com outros pratos que puxem pela nossa imaginação.

Esta salada é um exemplo de como se pode comer bem sem gastar muito dinheiro.


Ingredientes:


  • arroz (eu uso vaporizado)

  • Ervilhas

  • 4 ovos (1 por pessoa neste caso)

  • 1 lata de atum das médias

Procedimento:


Coze-se o arroz em água e sal, em bastante água para ele ficar solto. No fim de cozido, põe-se num escorredor, passa-se por água fia e deixa-se escorrer bem, sacudindo-o comum garfo para que ele fique bem soltinho. Coloca-se numa saladeira grande.


Cozem-se as ervilhas e os ovos separadamente e reserva-se.


Escorre-se bem o atum num passador de forma a retirar-lhe a gordura toda e ele ficar solto em farripas.


Misturam-se no arroz, as ervilhas os ovos cortados aos bocadinhos e o atum. Envolve-se e já está.


Pãezinhos Brancos e de Brioche


Um destes dias, deixei já pronto à noite, no tabuleiro do forno uns pãezinhos de brioche e uns pãezinhos brancos para logo de manhã colocar no forno e saírem quentinhos para o pequeno-almoço. Utilizei mais uma vez a Farinha Branca de Neve (para pão de brioche e para pão branco). Com o resto da massa fiz (ao mesmo tempo) 2 pães maiores e congelei. É uma forma de termos sempre pão sem termos de ir à padaria, logo de manhã.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Bolinhos de limão


Estes sei de onde tirei! Foi da http://www.bruxinhadolar.blogspot.com/. Já lá tinha a receita há algum tempo para experimentar e calhou no fim-de-semana.


Ingredientes:


  • 150g de manteiga

  • 150g açucar

  • 1 limão

  • 1 ovo+ 1 ovo pincelar

  • 300g farinha

  • 1colher de café de fermento

Procedimento:


Amassar a manteiga com o açucar e a raspa do limão (eu coloquei tambem o sumo apesar de na receita não dizer). Juntar depois o ovo inteiro. Acrescentar a farinha misturada com o fermento e amassar até ficar uma massa compacta e moldável.


Moldar os bolinhos e dispô-los num tabuleiro forrado com papel vegetal culinário. Pincelar com ovo.


Vai ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 15 minutos.


Almendrados





Já não sei de onde tirei esta receita porque estava escrita num daqueles papeis amarelos (post-it), mas seja quem for o (a) autor(a) está de parabéns.



São optimas também para acompanhar um chazinho a meio da tarde!






Ingredientes:

  • 2 claras

  • 180g açucar amarelo
  • 225g de miolo de amêndoa moido

  • 25g farinha

  • 1colher de café de canela



Procedimento:

Liga-se o forno a 180º.

Batem-se as claras em castelo e junta-se o açucar, o miolo de amêndoa, a farinha e a canela.

Forra-se um tabuleiro com papel vegetal culinário, moldam-se os bolinhos e coloca-se uma amêndoa em cima de cada um. Vai ao forno cerca de 15 minutos até alourar. Os almendrados têm que sair ainda moles.

Deixar arrefecer e guardá-los num frasco ou numa caixa bem fechados.


Bolinhos vs bolachas de Hipermercado

Esta sugestão adoptei-a de uns tempos para cá no sentido de combater os pacotes de bolachas que ficam abertos nas prateleiras da despensa, porque se comem meia duzia delas e depois já não lhes apetece mais! Quem tem crianças em casa sabe do que eu estou a falar...!
Bom, então, resolvi fazer bolinhos de 2 ou 3 qualidades e faço a massa e os M's moldam os bolinhos e colocam no tabuleiro para o forno! Já estão craks na missão!
Este fim-de-semana fizemos os de canela que já postei aqui há uns dias, fizemos os almendrados e uns bolinhos muito saborosos de limão.

Pizza Fim-de-Semana


Este fim-de-semana, para aproveitar o que restou de um recheio de umas empadas que fiz a meio da semana, decidi fazer uma pizza. A criançada adora e sempre atenua o impacto de comerem sopa ( Creme de grão com bocadinhos de lombo).

Normalmente ao fim-de-semana faço uns comeres mais leves e procuro, pelo menos uma das refeições, fazer qualquer coisa que seja de muito agrado dos M's. Esta semana foi então pizza.


Ingredientes:


Massa:


  • 3 chávenas de água quente (não a ferver)

  • 3 chávenas de farinha sem fermento

  • 1 colher de chá de açucar (ajuda a dissolver o fermento)

  • uma embalagem (uma saqueta)de levedura rápida para pão (eu uso Vahiné)

  • uma pitada de sal

Recheio:



  • Fiambre em cubos

  • salchichas alemãs em tirinhas

  • queijo parmesão ralado

  • oregãos

  • polpa de tomate

Procedimento:


Coloca-se a água, o fermento e a colherzinha de açucar numa taça e espera-se cerca de 5 minutos até começar a borbulhar (vê-se logo, nao se preocupem); Junta-se a farinha e o sal; mexe-se até envolver tudo e amassa-se.


Coloca-se a levedar num sitio quente cerca de 45 minutos. Ao fim desse tempo tende-se a massa com um rolo numa superficie enfarinhada e coloca-se o recheio por cima, começando pela polpa de tomate acabando nos oregãos.


Lanche Rápido


Esta é uma ideia para um lanche rápido e saudável. As crianças geralmente adoram e foge um pouco ao tradicional.


Ingredientes:


  • 1 ou 2 iogurtes naturais

  • Bolacha Maria q.b.

Procedimento:


Coloca-se o(s) ioguete(s) dentro duma tacinha e partem-se grosseiramente as bolachas maria para dentro do iogurte. mexe-se e está pronto. Experimentem que não se arrependem!

Feijoada de Pérolas do Mar


Quando tenho mais disponibilidade acabo por fazer algumas refeiçoes para congelar porque as minhas semanas não são sempre iguais em termos de horários e como tal há semanas verdadeiramente caóticas.

Bom desta vez resolvi fazer um prato que já ouvi elogiar algumas vezes e que nunca tinha provado, mas é de facto muito bem e tem essa vantagem: pode congelar-se.


Ingredientes:


  • 3 pacotes de pérolas do mar (pedaços de potas limpas) - cada pacote tinha 300g

  • 1 lata das grandes de feijão branco já cozido

  • uma cenoura grande
  • 2 colheres de sopa de concentrado de tomate

  • alho picado

  • cebola picada

  • azeite

  • uma folha de louro

  • uma colher de sopa de tiras de bacon

  • coentros para decorar

  • Sal

Procedimento:


Coloca-se num tacho grande, o um pouco de azeite, o alho e a cebola. Deixa-se murchar. Depois a folha de louro e o tomate; mexe-se sempre e diminui-se a intensidade do lume.


Corta-se a cenoura em bocadinhos ou em rodelas como preferirem e junta-se ao preparado que está ao lume juntamente com os bocadinhos de potas. Rectifica-se de sal.


Deixa-se cozinhar devagarinho, lentamente durante cerca de meia hora (vão vendo quando a pota está cozida), junta-se o feijão e envolve-se. Desliga-se logo e serve-se decorado com coentros.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Padaria M&M




Lá em casa não querem outra coisa. Desde que nos pusemos a experimentar a variedade de pães que se podem fazer com as farinhas que temos no mercado e sem máquina de pão...! Não há nada como fazer à noite um pãozinho e comê-lo logo pela manhã ao pequeno almoço. Experimentem que não se arrependem e não vão querer outra coisa. Já experimentámos quase todas as variedades de pão, desde pão de brioche, pão de mistura, pão de sementes, pão branco, pão de fibras...são todos bons acreditem. E é só seguir as instruções da embalagem. Eu usei da farinha Branca de Neve mas também exitem outras marcas que devem ser igualmente boas. Deixo-vos aqui alguns exemplares, respectivamente pão de sementes e pão de brioche.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Folhado Misto


Esta receita não pode ser mais rápida. Quase que lhe podemos chamar folhado expresso! Pode ser feito com fiambre, queijo ou com outra coisa que tenhamos no frigorifico, nomeadamente paio, bacon, chourição,etc.



Ingredientes:


  • 1 base de massa folhada de compra

  • Fiambre

  • Queijo de barra

  • Gema de ovo para pincelar

Procedimento:


Coloca-se a massa folhada estendida num tabuleiro e por cima fatias de fiambre e de queijo. Enrola-se, pincela-se com a gema de ovo e vai ao forno já pré-aquecido a 180º cerca de 20 minutos. (não pode ser muito quente porque a massa folhada tem muita gordura e vai queimar rápidamente se o forno estiver muito quente)


Bolinhos de canela


Estes bolos de canela são um sucesso garantido. Eu costumava comprá-los no "sítio do costume"( Pingo Doce) e um dia pensei: Bom isto deve poder fazer-se em casa! Se eu conseguisse arranjar uma bela receita talvez me aventurásse!

Então fiz uma pesquisa e resolvi experimentar esta receita do Forum Petistos e em boa hora o fiz porque os bolitos são uma maravilha.

É claro que contei com a ajuda dos meus duendes M e M que sempre que me vêem pegar na taça da batedeira arregassam logo as mangas e perguntam: Vamos fazer bolinhos? Podemos ajudar? E depois a pergunta crucial: Podemos partir os ovos??



Mas esta é optima para quem tem crianças porque até para elas é muito fácil.



Ingredientes:




  • 1 ovo inteiro

  • 100g de açúcar

  • 300g de farinha com fermento

  • 125g de manteiga

  • Canela para envolver os bolinhos

Procedimento:


Liga-se o forno a 180º.


Põe-se a canela num pratinho e reserva-se.


Coloca-se numa taça o açucar, a manteiga, a farinha e o ovo batido . Amassasse tudo com as mãos até ficar uma massa homogénia e compacta.


Forra-se um tabuleiro com papel vegetal culinário e começa-se a moldar bolinhas com a massa, a passá-la pela canela e põem-se no tabuleiro.


Vão ao forno cerca de 10 a 15 minutos até ficarem lourinhos. Não convém deixar cozer muito e quando se tiram do forno elas ainda estão moles mas depois de frias enrigessem.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Esparguete super rápido


Pois ...isto às vezes acontece...chega-se a casa e já não dá para fazer o que se planeou ou às vezes não se chegou a planear e esse é que é o problema!!

Pronto...mas há que manter a calma e pôr mãos à obra porque lá em casa somos quatro e não tarda muito estou a ouvir " Mãe, o que é o jantar? Falta muito?"

Quando isto acontece, geralmente só há uma solução: massa!


Ingredientes:



  • Esparguete

  • uma embalagem de fiambre em cubos

  • 4 salsichas alemãs

  • 3 bifinhos de perú

  • Ervilhas

  • Cenouras parisienses

  • Alho

  • Azeite

  • Sal q.b.


Procedimento:


Eu fiz esta receita no wok por duas razões: primeiro porque não necessita de grandes gorduras para cozinhar e depois por uma questão de espaço para envolver os ingredientes.


Primeiro coze-se o esparguete al dente. Escorre-se e reserva-se.


Cozem-se também as cenouras e as ervilhas separadamente claro; escorrem-se e reservam-se também.


Entretanto corta-se os bifinhos de perú em tirinhas como se fosse fazer strogonoff e as salsichas às rodelas.


No wok, coloca-se um fiozinho de azeite e o alho picado. Juntam-se as carnes e deixam-se cozinhar. (Cerca de 10 muinutos).


Põe-se de seguida a massa, as ervilhas, as cenouras e o sal. Deixa-se estar mais 5 minutos e já está. Pronto a servir.


sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Nozes de cacau




Para quem não gosta de bolinhos/cokies muito doces e aprecia o sabor do chocolate, esta é uma boa opção.


Eu prefiro utilizar o cacau porque acentua mais o sabor do cho colate do que o próprio chocolate.


Esta é uma receita da Nigella, também conhecida pelos ingleses, pela raínha das ervilhas congeladas! A senhora usa a lot! Não tenho nada contra, até porque eu também uso, mas tenho a impressão que, para ser assim apelidada ela deve usar vastas vezes!!!




Um conselho: não cortem nesta dose de açucar senão os bolinhos ficam mesmo amargos porque não se esqueçam que o cacau já por si é amargo.




Ingredientes:


  • 125g de manteiga amolecida (eu usei margarina)


  • 2 colheres de sopa de cacau


  • 2 chávenas de farinha


  • 7 colheres sopa de açucar


Procedimento:



Começa-se por se bater a manteiga com o açucar. À parte misturam-se os restantes ingredientes secos: o cacau e a farinha. Juntam-se ao preparado da manteiga com o açucar. Bate-se até fazer uma massa rija.



Liga-se o forno a 180º, para ir aquecendo.



Forra-se um tabuleiro com papel vegetal culinário e fazem-se bolas pequenas com a massa e ao colocar no tabuleiro prensam-se ligeiramente com um garfo. Por cima de cada uma põe-se uma amendoa laminada.



Vai ao forno já pré aquecido durante cerca de 8 minutos. Não se deve deixar cozer muito pois têm tendência para queimar por baixo.

Snack de cereais




Para evitar "entregarmo-nos" a snacks menos aconselhados, como bolachas, bolos e afins, porque não fazer uns cereais no forno e embrulhá-los em papel aderente que se conservam largos dias.


Nas minhas pesquisas na net, fiz uma adaptação de umas barritas de cereais que vi no blog da economia cá de casa e correu muito bem.
Estes snacks permitem uma larga diversificação de cereais utilizados ficando ao gosto de cada um, ou seja, permite-nos variar bastante nos cereais.
Ingredientes:
  • 100gr sultanas
  • 50g amêndoas laminadas
  • 10 gramas de nozes partidas grosseiramente
  • 100g de sementes de sésamo
  • 1 lata de leite condensado
  • 50g de coco ralado
  • 150g flocos de aveia
  • 100g de muesli com fruta também partido grosseiramente

Se não gostarem do muesli façam só com os flocos de aveia que o resultado é igualmente bom.

Junte os ingredientes secos todos numa taça e envolva-os, misturando-os uniformemente.

Num tacho médio/grande deite o leite condensado e leve ao lume; Quando estiver quente adicionar os ingredientes secos e envolver até ficar uma pasta bem ligada.

Coloque a mistura numa forma revestida com papel vegetal culinário e alise a superfície com uma espátula.

Leve ai forno cerca de 40minutos a 125ºC. Retire do forno e deixe arrefecer. Corte de forma a fazer barras mais ou menos largas conforme o gosto.

Depois envolvo em papel aderente e coloco numa lata ou num frasco fechado.

E voilá! Está um snack pronto a levar para qualquer lado!



quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Suflê de Peixe


Esta é uma sugestão de um prato leve, que tanto pode ser acompanhada por uma salada verde como por legumes cozidos, tal como, bróculos, couve, cenouras parisienses, esparregado, enfim fica ao gosto de cada um.

Eu costumo usar rabos de pescada congelados que são óptimos para fazer este prato e têm a vantagem de serem mais baratos, o que torna também, uma opção mais económica; Como diria a Chef Mafalda, pode-se comer bem e de uma forma saudável sem precisarmos de gastar muito dinheiro.


Ingredientes:


  • uma embalagem de rabos de pescada congelada (ou outro peixe a gosto)

  • uma embalagem de molho béchamel (das pequenas)

  • Alho picado

  • Azeite

  • Noz moscada

  • sal

  • 4 ovos

  • uma folha de louro


Procedimento:


Cozem-se os rabos de pescada em água e sal;


Entretanto batem-se as claras em castelo e reservam-se .


Num tacho coloca-se alho picado, um fio de azeite e uma folha de louro; deixa-se refogar um pouco. Em seguida deita-se o peixe em lascas já limpo de peles e de espinhas e vai-se mexendo e envolvendo no refogado. Junta-se o molho béchamel e deixa-se estar a cozinhar naquele molho cerca de 7 a 8 minutos em lume brando mexendo de vez em quando. Tempera-se com um pouco de noz moscada e retifica-se de sal.


Envolvem-se as claras em castelo e desliga-se do lume.


Verte-se para um pirex e coloca-se pão ralado por cima e bocadinhos de bacon. Vai ao forno a 180º cerca de 30 minutos.


terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Caixinhas de fiambre


Esta é uma receita adaptada do livro da Mafalda Pinto Leite, "Cozinha para quem quer poupar", de umas caixinhas de pão de forma com fiambre, que são ideias para um lanche.

É, também, uma receita boa para aproveitar sobras de frango ou até de carne, pois não necessita obrigatóriamente de ser feita com fiambre. Vai um pouco daquilo que temos em casa e/ou no frigorifico.


Ingredientes: (para 6 caixinhas)


  • uma embalagem de fiambre em cubinhos

  • 6 fatias de pão de forma

  • alho picado

  • azeite

  • 6 ovos

  • sal q.b.

Procedimento:


Eu costumo começar por saltear o fiambre ou as carnes em azeite, alho picado e uma pitada de sal. Entretanto, com um rolo da massa, estico as fatias de pão de forma, mas não muito senão "rasgam", é só passar uma ou duas vezes por cima da fatia. Em seguida, colocam-se as fatias de pão nas forminhas de alumínio, de maneira a forrá-las.


Com a ajuda de uma colher de sobremesa, colocar o recheio do fiambre ou das carnes nas forminhas. Não se pode encher muito as forminhas porque por cima desse recheio temos que partir um ovo e se estiverem muito cheias a clara vai escorregar e cair da forminha.


sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Nuvem de frutos vermelhos


Esta sobremesa foi inspirada numa receita da Mafalda Pinto Leite, mas readaptada porque normalmente, em muitas das receitas que faço, altero sempre qualquer coisa das originais, seja para lhe dar um toque pessoal seja porque há determinados ingredientes que eu sei que não têm uma boa aceitação cá em casa.
No entanto, esta receita resula numa sobremesa muito fresca e ao contrário do que possa parecer, nada doce.
Ingredientes:
  • Um pão-de-ló de compra (daqueles do hiper)
  • Uma embalagem de queijo mascarpone
  • 2 iogurtes gregos
  • uma embalagem de frutos silvestres congelados
  • um frasco de compota de frutos silvestres, mas atenção: a compota tem que ser praticamente de fruta esmagada ou seja não pode ser daquelas quase geleia, temos que encontrar a fruta lá dento, uma espécie de compota em puré de fruta).
  • uma embalagem de framboesas frescas, se conseguirem encontrar.

Procedimento:

Bate-se o queijo com os 2 iogurtes gregos. Se quiser pode colocar uma colher de café de açucar baunilhado ( só para lhe dar aroma) senão não precisa de pôr açúcar porque o iogurte já é açucarado. Reserve.

Corta-se o pão-de-ló às fatias e coloca-se a forrar o fundo de um pirex (convém ser transparente para se poder ver as camadas); Prensa-se com as mãos as fatias. Por cima põe-se uma camada do queijo batido com o iogurte; de seguida, a compota espalhada ; em cima da compota, uns frutos silvestres já descongelados.

Repete-se a operação toda, terminando com uma camada da mistura do queijo batido com o iogurte. A ideia é fazer tantas camadas quanto o pirex levar.

No topo colocam-se então as framboesas frescas.


quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Bola de Carnes


Esta receita é prática e rápida. Fica muito boa e é uma sugestão para acompanhar uma refeição mais leve, daquelas de Domingo à noite (!) que temos que preparar as coisas para o dia seguinte, principalmente para quem tem crianças e há bibes e livros e roupas para preparar- de preferência sem esquecer nada- e custa um bocadinho depois de 2 dias de descanso! Bom,mas como eu dizia, a bola é boa para acompanhar uma sopa ou uma boa salada verde.
Ingredientes:
Para a Massa:
  • 6 ovos
  • 1 chávena de óleo
  • 1 chávena de leite
  • 3 chávenas de farinha sem fermento
  • 1 colher de sobremesa bem cheia de fermento em pó
  • uma pitada de sal

Para o Recheio:

  • Carnes a gosto (normalmente ou usamos o que temos no frigorífico, tipo fimbre, paio, chouriço caseiro, porque o outro nem sequer uso ; acho que é só gordura e colorau (são gostos!)- e eu gosto de pôr sempre um pouco, dá-lhe outro sabor- ou então usamos restos de frango ou de outras carnes que nos tenham sobrado. Normalmente eu pico as carnes (sejam elas quais forem) na famosa picadora 1 2 3, porque assim torna-se mais fácil de incorporar na massa e a bola fica mais uniforme quando cortada em fatias.

Procedimento:

Quanto à massa, junta-se tudo e bata-se com a batedeira, utilizando as varetas das massas (as que parecem uns ganchos) e quando a massa estiver homogénea incorpora-se o recheio.

Verte-se a massa para uma tarteira untada e vai ao forno já pré aquecido a 200º e deixa-se ficar durante cerca de 30minutos sensivelmente.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Bolo de Natal




Quem não gosta de um bolo de Natal de chocolate? Nem o Pai Natal lhe resiste!! Este estava verdadeiramente suculento! Foi para uma festa de Natal na escola dos meus filhos.

Tenho dezenas de receitas de bolos de chocolate ( como todas vocês!) mas esta é das que faço mais vezes, não só porque é muito rápida mas também porque fica húmido e aguentas-se alguns dias sem secar (quando lá chega!)
Ingredientes:
  • 4 ovos
  • 1chávena e meia de açúcar
  • 2 chávenas de farinha
  • 1 chávena de óleo
  • 1 chávena de leite morno
  • 1 pacote de 100g de chocolate em pó
  • 1 colher de sobremesa fermento em pó

Procedimento:

Batem-se os ingredientes todos de uma vez e coloca-se numa forma untada ou se preferirem com papel vegetal .

Vai ao forno a 180º cerca de 40minutos -o tempo de cozedura varia de forno para forno- .

Este bolo tem o inconviniente de queimar um bocadinho por cima se nos distrairmos por isso convém ir pondo o olho.

Dica: Às vezes substituo metade da farinha por farinha Maizena.

Presentes de Natal




Este ano decidi personalizar alguns dos meus presentes de Natal e resolvi elaborar uns cestos com algumas iguarias que fiz.


Os cestos (todos diferentes no seu recheio) variavam em produtos como compotas caseiras, nomeadamente de abóbora com nozes, de cenoura com amêndoa laminada e torrada, de maçã com canela, marmelada, sal aromatizado ( variante de ervas aromaticas para grelhados de carne e de pipi-pipi com oregãos, para os que gostam da coisa mais caliente(!) ), uma mistura para panquecas -retirada do livro da Nigella-, um preparado para chocolate quente e outro de capuccino caseiro - inspirado nas ideias da Colher de pau e claro como não podia deixar de ser as tradicionais bolachas de natal e foram apreciadas por todos.


Fiz ainda dois bolos-tipo bolo da Madeira- que envolvi em papel de aluminio e posteriormente em papel de seda e coloquei dentro de uma lata decorativa daquelas tipo das bolachas de manteiga da DanCake - passo a publicidade - portanto com cerca de 20cm de diametro e que encontram à venda em qualquer loja chinesa.


Coloquei ainda dentro de alguns cestos, azeite aromatizado e licor Irlandes , também caseiro.
A seu tempo coloco aqui algumas das receitas.


Dia da Inauguração

Bom...aqui estou eu a inaugurar o meu blog! Deu-me algum trabalho digo-vos já...! Mas espero que valha a pena porque depois de ver tantos blogs com coisas boas e outras assim assim (!!!) decidi aventurar-me a fazer o meu, com uma das coisas que mais me dão prazer: cozinhar!
Espero que o meu blog vos ajude nos momentos de alguma aflição e incerteza como "...mas o que é que eu vou fazer para o jantar!!!) e espero também que o visitem por prazer!