sexta-feira, 30 de março de 2012

Bacalhau com broa de milho

Este bacalhau é muito apreciado lá por casa e faço com alguma frequência. Gostamos de sentir o sabor da crosta da broa tostada com o azeite.

Ingredientes:
4 postas médias de bacalhau
azeite q.b.
alho q.b.
broa de milho (metade de uma)
sal q.b.

Cobrir o fundo de um tabuleiro de forno ou num pirex com azeite (generosamente) e alho picado. Colocar por cima as posta de bacalhau e a broa partida grosseiramente em bocadinhos por cima do bacalhau. temperar com sal e voltar a regar o bacalhau com azeite. Vai ao forno até assar.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Muffins de vários sabores

Nas férias tanto eu como o A., acabamos por desdobrar o nosso tempo com as crianças, com atividades ao ar livre, como por exemplo, andar de bicicleta, de patins, de trotinete ou ir com os amigos brincar para o campo de basquete da praia (para tigir as calças de vermelho nos joelhos!) e para o lanche temos que ser criativos e sobretudo ...rápidos. O desporto e o ar livre despertam o apetite.


Estes muffins e a receita infalível dos sconnes fizeram as delicias de um desses lanches. Tinha a receita destes bolinhos num papel escrito à mão dentro do meu caderno de receitas, mas não escrevi a fonte, e devo ter registado pois são muito simples e muito rápidos.




Ingredientes: (para 12 queques)


( usei chávenas com capacidade de 240ml)




2 ovos


1/2 chávena de leite


1/2 chávena de óleo


1 e 1/2 chávenas de açucar


2 chávenas de farinha


1 colher de chá de fermento




Bati tudo e dividi a massa em 4 taças, mais ou menos a mesma porção de massa. Numa das massa juntei 1 colher de sopa de chocolate e mexi; noutra juntei 1 colher de café de essência de baunilha; noutra ainda 1 colher de sopa de caramelo e por ultimo, na restante 2 colheres de café de canela. Dividi as massa pelas formas de aluminio forradas com as formas de papel o que resultou em 3 muffins de cada sabor. Levei ao forno cerca de 15 minutos e ...depois é só lanchar com sumos naturais ou leite simples.







Quiche de atum (novamente)

Esta quiche é sem duvida uma otima e rápida opção. A única variação que fiz foi, em vez de usar massa folhada, usei a massa quebrada.


É uma ideia para levar para um piquenique que com os dias que estão e, no meu caso, com a serra aqui tão perto é um caso a pensar!


quarta-feira, 28 de março de 2012

Muffins de limão

Sabem sempre bem e com a rapidez com que são feitos não há nada melhor para estes dias de Verão!


Ingredientes:

sumo e raspa de 1 limão

200gr de farinha

1 colher de chá de fermento

180gr de açucar

4 ovos


Bater os ovos com o açucar. Acrescentar o sumo e a raspa do limão. Por fim a farinha misturada com o fermento. Vai ao forno em forminhas de papel encaixadas em forminhas de aluminio, cerca de 15 minutos a 180º.



segunda-feira, 26 de março de 2012

Trifle de morango e Kiwi

Este fim de semana estivemos fora. De vez em quando é preciso para recuperar o folêgo. E se for com amigos ainda melhor. Ficou combinadopor unanimidade: a repetir com outros itenerários. Às vezes o dia-a-dia faz-nos esquecer destes pequenos prazeres da vida. Como dizia a O:"também só sabem bem porque temos uma rotina de trabalho!"E é verdade. Mas que estas escapadinhas sabem tão bem...ah isso sabem!

Bom mas isto tudo para dizer que ficaram no frigorifico uns morangos...esquecidos de 6ª feira! Todos sabemos que os morangos são uma fruta sensivel. Ontem à noite, a organizar o frigorifico, e as refeições para esta semana, dei com os morangos. Como tinha umas fatias de um pão de ló que me tinham sobrado do fim de semana tratei logo de arranjar uma sobremesa para aproveitar os morangos e o pão de ló.


Ingredientes:

Pão de ló (fatias finas)

morangos

kiwis

2 iogurtes gregos


Colocar num recipiente fatias de pão de ló e espalmar (comprimir), até tapar o fundo do dito recipiente. Por cima deitar um iogurte grego natural açucarado (1 coloquei só um porque a taça era pequena e 1 dava). Depois cortar os morangos e os kiwis aos bocadinhos. Repetir todas as operações das camadas. Terminar com fruta.

Strogonoff de perú

Já não fazia à muito tempo, mas na 6ª feira, por ser um prato que não precisa de muita supervisão e até relativamente rápido, consistiu no nosso jantar.




Ingredientes:


500gr de perú cortado em tirinhas


1 lata de cogumelos inteiros


alho picado q.b.


cebola picadaq.b.


azeite q.b.


4 colheres de sopa de polpa de tomate


vinho branco q.b.


2 colheres de sopa de molho bechamel


sal q.b.


Num tacho coloca-se o azeite no fundo, o alho, a cebola e a polpa de tomate. Deixa-se murchar a cebola e coloca-se a carne. Vai-se mexendo de vez em quando e junta-se o sal. Quando já estiver quase cozinhado acrescenta-se o vinho branco e os cogumelos . Por fim, o molho bechamel e deixa-se cozinhar cerca de 10 minutos.


Servi com arroz branco e salada de alface e tomate.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Creme aromatizado de baunilha e morangos




Uma sugestão doce para o fim de semana que se aproxima.




Ingredientes:

creme:


500ml de leite


1 casca de limão


150g de açucar


1 colher de café de essência de baunilha


50gr de farinha


3 gemas grandes ou 4 pequenas (depende do tamanho dos ovos)


no meio:

250g de morangos


Por cima:

1 pacote de natas fresca


30gr de açucar




Começa-se por se fazer o creme: leva-se ao lume o leite com a casca de limão para aquecer sem ferver. Entretanto, à parte, mistura-se o açucar com as gemas e a essência de baunilha. Batendo bem. Junta-se por fim a farinha. No fim de tudo bem ligado, retira-se a casca do limão e juntamos o leite ao preparado. Vai ao lume a engrossar sem ferver.


Coloca-se no fundo de um pirex e deixa-se arrefecer.


Entretanto lavam-se bem os morangos e cortam-se às rodelas. Colocam-se por cima do creme de baunilha já frio. Por ultimo batem-se as natas em chantilly com 30gr de açucar e coloca-se por cima dos morangos. Vai ao frigorifico e antes de servir enfeita-se com chocolate granulado.







quinta-feira, 22 de março de 2012

Bolo de laranja com leite condensado



Este bolo foi feito para aproveitar laranjas que de repente se apoderaram da minha cozinha! Eram, como diria o outro senhor, "às resmas"!

Pesquisei la por casa e tinha esta receita escrita à mão portanto não faço ideia de onde tirei. Pareceu-me boa e não me enganei.


Ingredientes:

5 ovos

180g de farinha

150ml de sumo de laranja

200g de açucar ( a receita original dizia 250g mas as laranjas eram muito doces e então reduzi)

50g de óleo

1 colher de chá de fermento

Raspa de 1 laranja grande ou 2 pequenas


Bater os ovos com o açucar. Acrescentar a farinha com o fermento. Por ultimo o óleo, o sumo e a raspa da laranja. Bater bem.

Levar ao lume pré aquecido até estar cozido. Retirar e deixar arrefever antes de abrir ao meio para rechear.


Recheio:

1 lata de leite condensado

2 colheres de sopa de cacau em pó


Misturar o leite condensado com o cacau e levar ao lume só para ligar melher e amornar. Não deixar ferver.

Rechear o bolo.


Depois é só cortar uma fatia e servir com uma bela shévena de chá.








Fusilli com pescada

Uma refeição rápida porque a ocasião assim o exigia. Mas nem por isso pouco nutritiva. O que prova que uma refeição rápida nem sempre é sinónimo de "Fast food" tal como a conhecemos.

E refeições rápidas lá em casa são sinónimo de massas.

Ingredientes:
500gr de fusilli
5 postas de pescada congelada
5 ovos
1 lata de milho das pequenas
ervilhas q.b.
2 cenouras
azeitonas sem caroço
Molho de iogurte (opcional)

Cozer tudo separadamente. Limpar o peixe de peles e espinhas e parti-lo às lascas. Juntar tudo dentro de uma taça grande e misturar (envolver). Se quiser usar molho de iogurte.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Pizza de fiambre e linguiça

Em casa da minha avó L. , quando eu era pequena, ao sábado à noite era habito fazer-se pizza. Ela tinha um tacho/panela (nem sei bem como lhe hei-de chamar) próprio para cozinhar a pizza no fogão, ou seja, não ia ao forno. Era feita no bico do fogão. E ficavam tão boas...

Comprou aquilo no Brasil e cá nunca vi nada parecido com aquele utensilio. De maneira que as minhas pizzas não têm outro remédio senão ir ao forno. A única semelhança com as da minha avó é que também foi feita no sábado!


Ingredientes:

Massa de pão (o equivalente a 4 bolinhas de pão)

polpa de tomate

fiambre

200gr de queijo mozzarela ralado

linguiça

azeitonas sem caroços

oregãos secos


Compra-se a massa numa padaria ou num hipermercado na zona da padaria e em casa coloca-se a levedar num sitio quente, cerca de 1 hora.

Findo esse tempo, estica-se a massa com um rolo e coloca-se num tabuleiro de ir ao forno. Por cima, espalha-se a polpa de tomate, depois o fiambre, o queijo e por fim a linguça e as azeitonas. Salpica-se com oregãos. Vai ao forno até cozer.





Bolo de coco

Ontem enquanto fazia o jantar, lembrei-me de fazer algo doce para quando o A. chegasse do trabalho. Habituei-o assim. Quando chega de uma noite de trabalho a ter alguma coisa que o compense. O mal é habituar...


Fiz este bolinho, que além de bom é muito rápido. Uma delicia.

terça-feira, 20 de março de 2012

Bolo Marmore





Estou a andar para trás. Cronologicamente falando, claro. Depois do jantar de domingo...o almoço de domingo. Sempre que podemos, e que o horário do A. permite, almoçamos sem pressas e sem relógio. Desta vez, grelhados. O tempo ... é o que se vê: primavera. Temos que aproveitar o sol e o sol sabe a grelhados, ar livre.

Para a sobremesa, leite creme da avó I. e bolo mármore, porque o A. andava de desejos e o pequeno M. queria bolo de "chocolatinho". Não tive outro remédio senão fazer a vontade aos homens da casa. A outra menina da casa...não é de bolos. Se aparecer é bem vindo, mas é mais salgados.

Bolo marmore de iogurte


Ingredientes:


1 iogurte natural

2 copos de iogurte de açucar

3 copos de iogurte de farinha

4 ovos

1 copo de chocolate em pó

1 copo de iogurte de óleo

1 colher de chá de fermento


Bater tudo muito bem com excepção do chocolate em pó. Retirar metade da massa para uma taça e juntar o chocolate e pó. Bater novamente.

Verter as massas para uma forma, neste caso usei uma forma de bolo inglês, mas pode ser outra qualquer, alternando entre a massa branca e a massa do chocolate. Levar ao forno até estar cozido.





segunda-feira, 19 de março de 2012

Quiche de atum e cogumelos





Curiosamente começo pelo fim. Pelo lanche tardio de domingo. Lanche que, de tão tardio, já foi jantar! Todos nós já sentimos aquela nostalgia de final de domingo. Aquela vontade de não querer deixar acabar o fim de semana. Ou ter uma varinha mágica para fazer como diria o meu filho M. "amanhã não pode ser sábado outra vez? "

Queijos, tostas, paté de delicias e quiche de atum, temperados com conversa de como vai ser a semana...dos dias mais trabalhosos para alguns de nós, do recital de musica da M. a meio da semana, o final do 2º período e o planeamento dos horários das férias, do café adiado com a M. já da semana passada, o programa já 2x adiado com os P., até aos exames médicos que apesar de rotina...são sempre indesejados de se fazer...enfim uma semana para todos os gostos!


Ingredientes:

1 base de massa folhada
1 lata média de atum

1 lata média de cogumelos laminados

1 lata pequena de milho

cebola picada

alho picado

azeite q.b.

3 ovos

250ml de leite


Forra-se uma tarteira com a base de massa folhada e reserva-se. Num tacho coloca-se o azeite, o alho picado, a cebola picada e deixa-se murchar. Junta-se o atum já escorrido, os cogumelos e o milho e retifica-se de sal. Deixa-se cozinhar uns 10 minutos em lume brando. Retira-se e coloca-se por cima da tbase de massa folhada. Batem-se os 3 ovos com cerca de 250ml de leite (com uma vara de arames) e verte-se por cima da tarte. Vai ao forno pré aquecido cerca de 15 a 20 minutos.




quarta-feira, 14 de março de 2012

Empadinhas de fiambre e pãozinho torrado



Isto é o que acontece quando vamos ao frigorifico e damos com uma base de massa folhada fresca a chegar ao fim do prazo de validade e vamos à caixa do pão e temos algum que já não vai ser de certeza consumido e vai ficando esquecido...à espera que apareça uma alma caridosa que lhe dê um caminho digno!

Pois foi o que me aconteceu um destes dia. Acabei por fazer umas entradas para o jantar que não vinham no "menu" mas que souberam muito bem. O pão foi cortado às fatias e colocado no forno a tostar. Havia pão de 2 qualidades: pão de leite e pão branco. Eu já devia saber que o pão branco ia acabar assim. Lá em casa só de mistura.

Quanto às empadinhas de fiambre não são mais do que a massa folhada cortada em circulos (duplos), um para cima e outro para baixo e no meio fiambre e oregãos. Pincela-se com gema de ovo e vai ao forno. E voilà! Umas belas entradas.






terça-feira, 13 de março de 2012

Salmão com molho de laranja e amêndoa

Gosto muito de salmão. Mas lá em casa não é um peixe muito consensual. No entanto arrisquei fazer um prato de salmão algo parecido com um que eu comi à uns tempos e que combinava muito bem com a laranja e a amendoa.


Ingredientes:

4 postas de salmão fresco

sumo de 1 limão

alho picado

200ml de sumo de laranja natural

amendoa torrada laminada

sal


Tempera-se o salmão com umas horas de antecedência ou preferencialmente de véspera com sumo de limão e alho picado e reserva-se no frigorifico.

Cerca de 1 hora antes de cozinhar o peixe tempera-se com sal. Grelha-se os salmão embrulhado em papel de aluminio. Entretanto espremem-se as laranjas e aquece-se o sumo sem deixar ferver. Colocam-se as postas de salmão num prato ou travessa de servir e rega-se com o sumo e polvilha-se generosamente com as amendoas laminada e ligeiramente torrada. Neste prato a amendoa faz toda a diferença.

Acompanhei com batatas cozidas com pele, que também não é um acompanhamento muito consensual lá em casa mas que neste prato e regadas com o sumo de laranja tornan-se bastante atrativas.

segunda-feira, 12 de março de 2012

Queques de Iogurte Grego

Este fim de semana aproiveitámos o sol. Depois de termos dito que não a um convite do N. e da O. para ir aqui (os horários do A. não eram compatíveis!) não tinhamos como não aproveitar este Verão antecipado e levar as crianças a brincar ao ar livre com brinquedos e brincadeiras que teimam em cair em desuso nos nossos dias. Os meus filhos não trocam uma tarde ao ar livre por uma playstantion ou uma wii. Mas infelizmente conheço muito quem troque. Assim sendo, da parte da tarde, foram brincar ao ar livre com uns amigos. As mães põem a conversa em dia e as crianças brincam. Levámos lanche. Nada melhor que uns queques de iogurte para transportar e lanchar!


Ingredientes:

4 ovos

1 iogurte (neste caso era grego açucarado mas pode ser outro à escolha)

3 copos de iogurte de farinha

2 copos de iogurte de açucar

1 copo de iogurte de óleo

1 colher de sobremesa de fermento em pó


Coloquei tudo numa taça e bati bem com a batedeira. Depois é verter para formas de queques e levar ao forno cerca de 20 minutos. Neste caso usei as forminhas metálicas com uma forma de papel frisado lá dentro.


Nota: Daqui ficou hoje o relato de uma sangria de chocolate que fez as delicias de quem provou!

Pequenos almoços ao fim-de-semana



aqui tinha falado da importância dos pequenos almoços ao fim de semana. Tenho uma amiga, a M., que diz que quando era pequena tinha todos os dias umas mesas de pequenos almoços maravilhosas e fartas, com compotas variadas, bolo caseiro, pão alentejano (não fosse ela alentejana!) e que tem pena, hoje, de não conseguir transmitir esta "cultura" de pequenos almoços aos filhos. Mas ao fim de semana faz questão de colocar a mesa de acordo com a sua infância e como ela diz "nem que seja só para mim". Eu acho que hoje em dia as familias buscam cada vez mais esses valores que tendem a perder-se, esses pequenos "episódios" da nossa infância que, se calhar e para alguns de nós, passavam um pouco ao nosso lado naquela época, damos-lhe agora a devida importância, seja porque a semana não nos permite grandes estadias à mesa durante o pequeno almoço e também porque a maior parte das familias não faz a refeição do almoço juntas, ou seja, no dia-a-dia usufruimos juntos um pequeno almoço relativamente "fast" e um jantar, ainda que mais calmo, mas que antecede quase de imediato a ida das crianças para a cama. É visto como o "fim da linha" do dia.

Então ao fim de semana fazemos questão da mesa mais diversificada e de passarmos algum tempo a usufruir da companhia uns dos outros à mesa logo pela manhã.


Fiz os sconnes com a receita infalivel da mimosa, usámos a compota de abóbora, mel e compota de figo, oferecida por uma amiga. Há sempre sumo de laranja espremido na hora, leite, café, queijos (frescos, à fatia e de barrar), fiambre e claro manteiga.

Este fim de semana, para o pequeno almoço fiz ainda um pão de brioche das Farinhas Branca de Neve, de acordo com as instruções da embalagem, pelo método tradicional (sem máquina de pão), mas acrescentei-lhe ainda na massa, 50gr de açucar, raspa de 1 limão e 2 ovos.


quarta-feira, 7 de março de 2012

Taças de gelatina com chantilly

Nem se pode fazer disto própriamente uma "invenção". É básica. Simples. A gelatina permite muitas variações destas. Existem 1001 maneiras de usar a gelatina na sua forma mais básica e esta é uma delas.


Ingredientes:

1 pacote de gelatina (neste caso de morango)

1 embalagem de natas frescas

Morangos frescos

Cobertura liquida de chocolate


Fazer a gelatina conforme as instruções da embalagem e dividir em taças (se preferirem podem fazer numa só maior). Levar ao frigorifico até solidificar.

Antes de servir, bater as natas em chantilly com cerca de 20gr de açucar (para mim é suficiente, mas cada um prova e vê se já está doce ao seu gosto) e distribuir por cima da gelatina já solidificada. Cortar morangos aos bocadinhos e colocar por cima do chantilly e finalizar com a cobertura liquida de chocolate, mas também ficará bem, por exemplo, com amendoa laminada torrada.




Fondant de chocolate

No fim de semana almoçámos com uns amigos e para podermos fazer render a conversa à mesa optámos pelo fundue de carnes. Assim sendo, fiz as sobremesas na véspera e este fondant de chocolate é sempre uma boa opção pois pode ser congelado e para ser consumido são necessários apenas 5 a 8 minutos no forno. Uma delicia, principalmente para amantes de chocolate.


Ingredientes:




100gr chocolate culinário


80gr manteiga


60gr de açucar


50gr de farinha


2 ovos




Bater os ovos com o açucar, muito bem batidos, com uma vara de arames. Entretanto no microondas derreter a manteiga com o chocolate e envolver no preparado do açucar com os ovos. Por último envolver a farinha. Barrar os ramekins com manteiga e polvilhar com farinha e chocolate em pó ( eu até usei nesquik) e distribuir a massapelos respetivos ramekins. Aqui é a parte onde se podem congelar. Cobrimos com pelicula aderente e levamos ao congelador. Caso contrário é só colocar no forno pré aquecido cerca de 5 a 8 minutos. Não se pode deixar cozer muito pois por dentro tem que ficar com a textura de mousse de chocolate.






terça-feira, 6 de março de 2012

Pêras Bebedas

Isto é o que acontece quando compramos pêras que não sabem a nada! Já deve ter acontecido a toda a gente, penso eu. Muito lindas por fora mas sem sabor! Também não ia deitá-las fora!! O sr. Vitor Gaspar não seria certamente da opinião! O A. que é grande apreciador de pêras bebedas disse logo que esse seria o fim delas! E assim sendo, lá tiveram como destino a panela.

Ingredientes:
6 Pêras Rocha (não podem estar muito maduras)

1 litro de vinho tinho de boa qualidade (sim daquelas garrafas que temos arrumadinhas na garrafeira)
100ml de vinho do Porto Tinto
3 colheres de café de canela em pó
4 paus de canela
4 a 5 colheres de sopa de açucar amarelo


Descascam-se as pêras deixando o pé, quando possivel, claro. Espreme-se o sumo de um limão por cima das pêras. Entretanto colocam-se num tacho juntamente com os restantes ingredientes e deixam-se cozinhar durante uns 40minutos.
Este é um daqueles casos que faz jus ao ditado popular " Vai-te ganho que me dás perca"!! Sim...se atendermos a que o preço da garrafa de vinho ultrapassa em larga escala o preço do Kg das pêras!!! É como dizia a minha avó: "perdoa-se o mal que faz - neste caso à carteira- pelo bem que sabe"!!

Almôndegas

De vez em quando lá em casa há a semana da "carne picada". Tem um pouco a ver com os horários do A.. A carne picada permite alguma versatalidade na planificação das refeições alternada com o peixe e com o tempo disponivel para confeccionar o jantar. Este prato não é desta semana, pois não estamos na chamada semana da carne picada, mas fica a sugestão.

Normalmente compro cerca de 2kg de carne picada e faço almondegas e hamburguers para congelar e até um rolo de carne recheado com queijo e fiambre, já pronto a ir ao forno. À carne picada no seu todo, tempero-a com alho picado, coloco cerca de 2 a 3 ovos e pão ralado q.b. até ligar a carne. Não coloco sal. Só quando a vou cozinhar. Depois faço as bolinhas, no caso das almondegas, e os hamburguers com um molde próprio que tenho da tuperware e o rolo de carne já enroladinho com o queijo e o fiambre. Depois congelo. Os hamburgueres individualmente para se tornar mais fácil de descongelar, as almondegas em tuperwares por quantidade/refeição e o rolo direitinho embrulhado em papel vegetal e dentro de um saco plástico grosso próprio para congelação.


Ingredientes: (para 4 pessoas)


600-700gr de carne picada

1 ovo

alho picado q.b.

pão ralado q.b.

sal q.b.


Envolve-se tudo e formam-se as bolinhas. Num tacho coloca-se azeite, alho, cebola picada,tomate e uma folha de louro. Deixa-se quebrar e juntam-se as almondegas. Deixam-se cozinhar e agora sim, junta-se o sal. Quando estiverem quase prontas podem juntar um pouco de vinho branco. Eu prefeiro o molho mais denso e não "aguado" por isso não se devem acrescentar muitos líquidos à confeção da carne. A própria carne, por si só, já larga algum liquido.

Por fim pode-se acompanhar com arroz branco, com esparguete ou até puré de batata e alguma verdura que faz sempre falta e que deve ser obrigatória em todas as refeições. Para miúdos e graúdos!

Tarte salgada

Uma boa opção para uma entrada ou um lanche mais composto. Eu sou da opinião de fazer a massa em casa porque neste tipo de tarte acho que faz toda a diferença, mas se quiserem também podem usar uma pré feita, do género massa quebrada.


Ingredientes para a Massa:

200gr de farinha

1 colher de chá de fermento em pó

100gr de manteiga/margarina

2 ovos inteiros

4 colheres de sopa de leite


Amassa-se tudo muito bem e forma-se uma bola com a massa. Vai ao frigorifico envolvida numa película aderente durante 30 a 40 minutos.

Volta-se a amassá-la mais um pouco e forra-se a tarteira. (de preferência de fundo amovível)


Recheio:

Bom ...depende do que se gosta e do que se tem em casa. Esta tem fiambre, queijo, salsichas, chouriço, azeitonas descaroçadas, tirinhas de pimento verde e de tomate e por cima de tudo queijo ralado. Vai ao forno a 180º cerca de 30 minutos.

Granizado de morango

Uma bebida doce e fresca para estes dias de sol que têm feito. Provámos algo parecido numa destas tardes e o A. resolveu adaptar em casa no fim de semana. Uma versão aproximada a que chamámos Granizado de morango.


Ingredientes: (para 4 copos)


3 gelados "calipos"

4 morangos

gelo picado

seven-up q.b.

Brandy q.b.


Colocar tudo no robot (para quem não tem robot pode usar a varinha mágica, exceptuando com gelo claro!), ou seja, os calipos, os morangos e o gelo. Colocar em copos e juntar um pouco de seven-up e um pouco de brandy. Mexer e servir decorado com um morango.