segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Charlotte de Iogurte grego e chocolate

Esta é uma sobremesa que tem muitos fãs, além de nunca nos deixar mal. Como já a fiz diversas vezes já usei palitos de champanhe e palitos de la reine. Confesso que prefiro os de la reine, no entanto os de champanhe conferem-lhe mais firmeza. Como era para a família decidi introduzir-lhe um outro elemento que resultou na perfeição. Normalmente as experiencias eu deixo-as para a familia, por duas razões: 1º pode correr mal e 2ª são sinceros.


Ingredientes:


1 embalagem de palitos de la reine


Baileys q.b para molhar os palitos (eu usei caseiro)




Parte branca:

2 iogurtes gregos açucarados


1 embalagem de queijo mascarpone


1 colher de café de essência de baunilha


3 folhas de gelatina incolor



Parte intermédia:


8 bolachas tipo "cockies"


Baileys q.b.



Mousse de chocolate:


1 tablete de chocolate para culinária

5 ovos

1 colher de sopa de margarina

1 colher de sopa de leite

150gr de açucar em pó



Começa-se por se colocar os palitos de pé na parede da forma sem ser molhados no baileys (tem que ser uma forma de abrir, daquelas que se retira a parte lateral). A base da forma cobre-se também com palitos de la reine mas estes já embebidos no baileys. Reserva-se. Em seguida prepara-se a parte branca: Batem-se os iogurtes com o queijo, a essência e juntam-se as folhas de gelatina já desfeitas em água quente. Bate-se bem. Fica um creme espesso. Deita-se por cima dos palitos e reserva-se.


Molham-se agora as cockies em baileys e colocam-se por cima da parte branca.


Por fim prepara-se a mousse de chocolate como está aqui.


Coloca-se uma parte por cima das cockies até verem que chega, porque é uma quantidade maior do que a necessária e o restanto colocam em tacinhas no frigorifico.



Vai ao frigorifico algumas horas. Quando for para servir colocar num prato, retirar o "cinto" da forma e já está.

Tarteletes de Tapas do mar

Este fim de semana tive um almoço de família e a mim coube-me levar as entradas e uma sobremesa.



Como entrada decidi usar umas tarteletes que comprei já feitas, prontas a rechear e que há em qualquer grande superfície. O recheio foi o das tapas do mar, que é sempre apreciado, mas desta vez guarneci com salsa.

Ingredientes: (para 16 tarteletes)



Meia embalagem de delicias do mar



3 ovos cozidos



maionese q.b.



salsa q.b.






Cortam-se as delicias aos bocadinhos e os ovos também. Mistura-se com a maionese e com salsa picada. Recheiam-se as tarteletes e decora-se com salsa.







sábado, 28 de janeiro de 2012

O lanche a sério!

Agora é a sério...o lanche. Como tinha muitas laranjas que me tinham dado resolvi fazer um sumo de laranja para todos. Geralmente ao fim de semana de manhã, ao pequeno almoço há sempre sumo de laranja natural, mas como hoje de manhã niguém queria sumo de laranja, porque tinham bebido ontem à noite, ao jantar, resolvi não insistir. A juntar ao sumo de laranja, fizemos umas sanduiches de rúcula, tomate,queijo e fiambre, em baguete e em pão rustico sanduiche mista mas com queijo ligeiramente derretido por cima. O queijo fresco, o A. gosta de comer com sal e pimenta branca. Desta vez...apesar de haver para oferta...leite ninguém quis.

O lanche a brincar!

O tabuleiro preparado pela M.
O tabuleiro preparado pelo M.
Hoje esteve um dia de sol tão bom que as crianças, de manhã, estiveram a brincar lá fora, ao ar livre. Levaram a plasticina que é brincadeira "outdoor" e fizeram entre outras coisas, um lanche em plasticina. Cada um com o seu tabuleiro, tiveram direito a uvas, hamburguer, bolachinhas, guardanapo e até um pequeno castiçal com uma vela! Para amanhã ficou prometido uma ida de bicicleta à nossa avenida, que é uma pena não se aproveitar nestes dias de sol de Inverno.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Arroz de moelas

Esta semana o meu forno avariou! Como é que uma mulher sobrevive sem forno?! Já cá veio- como diz o meu filho M.- o "senhor arranjador de coisas(!!) e disse que foi a resistência que "morreu"! Só para a semana é que volto a ter forno!
Agora é como diz uma amiga minha: "Então agora não há bolos, não é?!" Pois...quer dizer...se tiver assim muita vontade ainda tenho o microondas e o forno eletrico mais pequeno...mais estou bem mais habituada aquele...
Este arroz foi cozinhado em tacho de barro. Às vezes até nos esquecemos que temos coisas destas em casa.
Ingredientes:(4 pessoas)
Moelas (cerca de 500 a 600gr )
1 chávena de café de arroz por pessoa(eu uso vaporizado)
cebola picada q.b.
alho picado q.b.
azeite q. b.
1 folha de louro
tomate pelado q.b.
sal q.b.
Começa-se por se cozinhar as moelas que é uma carne que leva algum tempo ficar bem cozinhada porque senão parece que estamos a comer pastilha elástica(!). Este é uma tarefa que até pode ser feita de véspera. Coloca-se no tacho o azeite, a cebola, o alho, a folha de louro e o tomate. Deixa-se murchar tudo. Acrescentam-se as moelas, tempera-se de sal e deixam-se cozinhar bem. No fim de cozinhadas, acrescenta-se um pouco de água a ferver e junta-se o arroz e retifica-se de sal, se necessário.
Deixa-se cozer o arroz e serve-se em seguida ainda antes de deixar secar o arroz.

sábado, 21 de janeiro de 2012

Torta Mulata

Já a publiquei aqui no ano passado, no separador das "Tortas". É uma verdadeira tentação. Esta foi feita pela minha sogra e comigo...o seu a seu dono. Mas eu também já a fiz e além de simples é muito boa. Vendia-se (à fatia) à uns anos numa gelataria conhecida da nossa cidade. Esta torta e um bolo de miolo de amendoa com de ovos e cobertura de moka, que se comia nos aniversários de alguns de nós, quando eramos crianças, claro. Há coisas que nunca se esquecem....

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Licor de Tangerina

Para quem gosta de licores frutados, aqui está uma receitas que "foge" um bocadinho às tradicionais cascas da fruta!


Ingredientes:

4 tangerinas inteiras com casca

1/2 Kg de açucar amarelo

1 l de aguardente

3 paus de canela


Lavam-se as tangerinas e furam-se de um lado ao outro com um daqueles paus de espetádas. Colocam-se dentro de um frasco de vidro de boca larga, com o açucar, a aguarente e a canela. Fecha-se. Todos os dias têm que se agitar e mexer, durante cerca de 3 semanas.

No fim deste período de tempo, colocá-lo numa garrafa devidamente estrelizada.

Pêra assada em molho de vinho do porto e frutos secos

Estas pêras estavam condenadas! Sabem...sem grande sabor...a aguardar que alguém lhes desse uma alternativa. O A. lembrou-se de lhes dar essa alternativa! Lavou-as, tirou-lhes o caroço e as pevides, abriu-as ao meio e colocou-as num pirex. Regou-as com vinho do porto, 2 cálices de água, juntou-lhes 2 paus de canela, 2 colheres de café de canela em pó, 4 colheres de sopa de açucar amarelo, sultanas e amendoa laminada. É importante que não cortem muito no açucar pois juntamente com os liquidos vai fazer uma calda "licorosa".
Em seguida, colocou no microondas, cerca de 5 minutos e retirou; Virou as pêras e voltou a colocá-las mais 5 minutos.
Fo a nossa sobremesa do jantar de ontem, juntamente com um cálice de licor de tangerina oferecido pela tia I., que por sinal, estava magnifico.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Peixe no forno com alho francês e farinheira


O ano não começou da melhor maneira para mim. Enfim... é o ciclo da vida.Temos que aceitar. Daí a minha ausência. Esta receita foi adaptada daqui, blog que sigo com alguma assiduidade, e fiz com tamboril e filetes de pescada.


Ingredientes:

Tamboril em cubos

Filetes de pescada

1 alho francês

azeite q.b.

alho picado

cebola às rodelas

1/2 farinheira

Tiras de bacon cortadas aos bocadinhos

sal

amêndoa laminada


Cobri o fundo de um recipente de forno com azeite, alho picado, cebola às rodelas, alho francês às rodelas e amêndoa laminada. Coloquei os pedaços de tamboril e os filetes de pescada em cima destes ingredientes. Em seguida, retirei a pele à farinheira e parti-a aos bocadinhos em cima do peixe, juntamente com o bacon. Reguei novamente com azeite e salpiquei com sal e novamente amendoa laminada. Vai ao forno a 180º até estar cozinhado. Também servi com arroz branco vaporizado, que é sempre uma boa opção lá em casa.



sábado, 7 de janeiro de 2012

Adeus Natal!

E pronto. Hoje é que é. Temos que arrumar tudo, desmanchar a árvore, arrumar os presépios, etc. Ontem, enquanto a M. esteve na catequese, andei com o M. mais uma vez, a ver os presépios das duas corporações de Bombeiros, como se de uma despedida se tratasse. Resta-nos o consolo que daqui a 11 meses podemos voltar a decorar às decorações de natal....

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Bolo Rei

A foto não é das melhores, bem sei! Mas foi o que se conseguiu arranjar!Não faz juz ao bolo, mas estava delicioso.
Para estreia não me saí nada mal. Cá em casa já me pediram outro para o fim-de-semana.
Este bolo foi feito a partir da farinha Branca de Neve para pão de brioche. Juntei a àgua tépida (220ml), 100 gr de açucar, raspa de 1 limão, frutas cristalizadas em cubinhos, nozes, amêndoas, tudo q.b.
Vai ao forno pré aquecido, cerca de 30 minutos, a 180º.


quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

A chegada dos Reis Magos

Hoje fomos esperar os Reis Magos. É uma tradição aqui da cidade e eu desde que me lembro, ainda criança, ia esperá-los. É uma tradição um bocadinho bairrista mas que faço questão de ir, sempre que posso. Tenho falhado algumas vezes, confesso, desde que nasceram os meus filhos, porque ora está frio, ora está chuva. Bom, mas a M. já foi algumas vezes e sempre gostou. Para o M. foi uma estreia (que eu me lembre).
Este ano lá fomos todos...os quatro...mas como é vespera de dia de reis deixámos um bolo rei a levadar para quando chegássemos colocar no forno. Vamos lá ver como sai! Também é uma estreia para mim.

Torta de coco e laranja

Esta torta é uma delicia. Eu sou suspeita porque gosto de coco e gosto de tortas! Mas fica deliciosa. Não dá muito trabalho, fica húmida e se gostarem de coco...desaparece num instante.

Ingredientes:
6 ovos
200g de açucar
100g de coco
1 colher de sopa de farinha
50g de manteiga derretida
Sumo e raspa de uma laranja
Manteiga para untar
Papel vegetal


Batem-se os ovos com o açucar, bem batidos. Junta-se o coco, a farinha, a manteiga, a raspa e o sumo da laranja. Depois de tudo bem ligado, unta-se um tabuleiro de 30*25cm com manteiga, coloca-se o papel vegetal e volta a untar-se com manteiga. Verte-se o preparado para o tabuleiro e vai ao forno cerca de 15 minutos.

Retira-se e deixa-se arrefecer. Para desenformar e enrolar, vira-se o bolo sobre um papel vegetal com açucar e enrola-se com cuidado.

Pudim de leite condensado

Este pudim foi feito pela avó I.. Eu não sou grande fã de pudins. Como... mas sou suspeita para falar. De qualquer modo, provei um bocadinho e gostei. Acredito que para quem goste de pudins seja uma especialidade.


Ingredientes:

1 lata de leite condensado

2 latas de água (as latas são as do leite condensado)

6 ovos inteiros

caramelo para barrar a forma


Junta-se o leite condensado com as duas medidas de água e reserva-se. À parte, batem-se os ovos com uma vara de arames e junta-se a mistura do leite condensado aos ovos batidos, em fio, envolvendo com uma colher de pau. Passa-se esta mistura por um passador/coador, para dentro de uma taça. Em seguida verte-se para uma forma já com o caramelo no fundo. Vai a cozer em banho maria ao lume, cerca de 30 minutos.

Camarão no forno

Este prato de camarões no forno já o faço à algum tempo pois além de ser muito simples, os camarões ficam muito bons e estaladiços.

Espalha-se o camarão ainda congelado, se for caso disso, num tabuleiro grande de forno, de forma a não ficarem muito amontoados uns em cima dos outros, portanto bem espalhados. Depois coloca-se sal q.b e umas colheres de sopa de manteiga ou margarina (umas 4 ou 5 dependendo do tamanho do tabuleiro e da quantidade de camarão) . Eu coloquei os camarões no tabuleiro mesmo do forno e era cerca de 1,5Kg de camarão.

Vai ao forno já pré aquecido cerca de 20 minutos/ meia hora e já está. è só colocar numa travessa e servir. Neste caso acompanhei com arroz branco.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

O último Jantar de 2011


















Lá foi mais um ano. Coisas boas e coisas menos boas passaram por todos nós. Apesar de não ser , como diria a minha prima, uma adepta muito fervorosa da passagem de ano, também não é uma altura a que se fique indiferente, até porque é uma época de balanço e retrospetiva.

Assim sendo, apesar da meia noite não ter sido passada em casa, não quisemos deixar de assinalar o último jantar de 2011. Aqui o registo fotografico do jantar, em que se cozinhou muito pouco, foi tudo muito "catering" caseiro.

Começámos com as entradas: um simples de paté de atum, rissois de camarão e bolinhos de bacalhau trazidos pela avó R., assim como o bolo brigadeiro.

O A. confeccionou a sapateira com a receita do costume ( tenho de lhe pedir para colocar aqui). O jantar foi arroz branco com camarões no forno (uma receita que a minha cunhada S. me deu à uns anos; depois coloco a receita).

Para a sobremesa, uma tradição: não há fim de ano sem lampreia d'ovos! Eu pessoalmente dispenso, mas é a perdição do A..

De casa da avó I. veio o pudim de leite condensado e uma torta de laranja e coco, que estava maravihosa.


Um feliz 2012 para todos e que haja espaço a miutos jantares, comemorações e convivios, sempre com familia ou amigos! É como diz o povo: "O que se leva de melhor desta vida é comer e passear." E se for com os amigos e a família melhor ainda!!