sexta-feira, 30 de novembro de 2012

O mistério do Pai Natal...e as crianças.

Quem me acompanha neste blog sabe o mês de Dezembro é um mês muito especial. É uma época envolta em decorações, planeamentos, opções, experiências e por si só é um mês em que as casas estão vestidas de um modo festivo. É um mês que "sabe diferente...". 
Por isso, hoje não venho aqui pela  cozinha mas pela fantasia, pela magia...do Natal.

Imagem retirada daqui

Quem tem crianças pequenas e alimenta esta ideia mágica do pai natal, chega a esta altura do ano e  pergunta-se muitas vezes se a história ainda vai encantar aos mais novos. No meu caso, a mais velha que já sabe da história toda, mas  acha que se deve manter a magia por causa do irmão mais novo, pelo menos, enquanto ele for fazendo só algumas perguntas básicas, como que, não querendo ir muito ao fundo da questão para não ter nenhuma surpresa menos agradável. Eu acho que ele prefere ficar assim...naquilo que lhe parece. 
No entanto, ter alguém vestido de Pai natal lá em casa, só se for figurante, porque da família já ninguém arrisca ! Já não vai passar no "crivo" daquele olhar clínico. E não é uma maneira simpática de acabar com um sonho.

Decidi fazer este post  a propósito de uma reportagem que eu li no sapo, sobre esta questão da existência ou não do Pai natal e a forma como é vivida, pelas crianças, esta figura natalícia. Achei interessante e para quem se importa com estas questões aqui fica o link.

3 comentários:

Suricate disse...

Olá minha doce Ana:)

Cá em casa estão a crescer, mas neste altura nenhuma das duas quer ser crescida e fazem ambas questão de manter a magia no ar.

Como eu própria ainda de criança tenho muito, não há-de ser por mim que a magia há-de desaparecer:)

Jinho
Bom fim de semana

vera ferraz disse...

Pois, por cá também ainda há Pai Natal. Mas vem mesmo pôr as prendinhas na arvore, enquanto estamos todos escondidos!

Alcina disse...

Olá Ana
Pois o meu menino tem 9 anos e ainda tem as suas duvidas hehe ele já diz que é a mãe que no ano passado quando íamos para a missa do galo voltou atrás e ainda viu a mãe a por as coisa á frente da lareira a verdade é que quando entrou em casa e viu tudo em volta da lareira ainda lhe saiu Ah afinal o pai natal existe, porque quando saiu com o pai e o tio ainda não estava nada :-) depois disso é que ficou a matutar como seria e os amigos todos dizem que o pai natal não existe ele lá se resignou e inventou essa de voltar atrás :-)por isso enquanto pudermos... é tão bom eles acreditarem :-) eu também acreditava, mas no menino jesus, no meu tempo o pai natal ainda não tinha nascido :-)bjs e obrigado pela visita lá ao meu blog :-)