domingo, 12 de agosto de 2012

De volta a casa

Já fomos e já viemos. Tirámos uns dias para rumar ao sul onde as águas estão um bocadinho mais quentes do que por aqui. Além das águas, o descanso, mudar de ares, ver outras caras, outros sitios. Um destes dias ouvi um médico na televisão  dizer que as férias não são para descansar do trabalho mas sim para fazer aquilo que mais gostamos. Estar com a familia, ignorar horários (eu nunca uso relógio nas férias), ler, passear, fazer refeições tardias...enfim desfrutar.
Já tenho saudades do cafézinho da manhã, tomado num sítio com um contexto diferente, onde se vê fruta e legumes por cima das mesas.




Os lanches no fim da tarde, com sumos de fruta (neste dia meloa e laranja) e torradas com manteiga e doce de framboesa.


Os dias na praia que nunca são demais e tivemos a sorte de apanhar muito bom tempo.


Uma visita ao Centro de Ciência Viva. Muito bem aproveitada uma casa antiga para dar vida a este museu. Cheio de cor e onde as crianças são obrigadas a tirar as mãos dos bolsos e a tocar e experimentar. Tem um jardim da ciência também fantástico, cheio de surpresas para os mais novos. aqui na foto um pequeno submarino onde as crianças podem dar largas à imaginação lá dentro.

Nos Jardins até temos um barco de piratas! E como não há piratas sem tesouros, temos um baú na proa do barco para descobrir a chave que o abrirá. Claro que o mais curioso era o pai que até comandava as operações das chaves.


À noite..o café na D. Ginja. Um bar com um conceito também diferente. Um bar muito vintage. Todos os dias era o café, uma ginginha e....um brigadeiro. Na ultima noite o A. provou um licor de chocolate e piri-piri...mas não ficou fã.


Aqui fica a marina e parte da cidade (Lagos), vista pelo óculo do telescópio do centro de ciência Viva.



3 comentários:

Lenita disse...

Olá,
Assim que entro de férias arrumo imediatamente o relógio... não quero saber que horas são, nem que dia da semana é, todos são domingo!
Que bom poderem sair uns dias de casa, quebrar rotinas e tarefas diárias... eu também gostava, mas este ano não vai ser possível! Contudo tiro muito prazer das férias, dormir sem horas para acordar, nem para deitar, estar em longos almoços com a família reunida, fazer muitos cg«hurrascos e comer no exterior, tanta coisa boa que se pode fazer, mesmo que se esteja em casa.
Gostei das fotos.
Bjs

Catarina Sá - A Cozinha da Kinhas disse...

Férias são para ser gozadas na plenitude da palavra :) pelo menos é o que eu acho! O que eu não dava por uns dias de férias agora, mas vou ter de esperar mais umas semanas :(

beijinhos e bom domingo!

Suricate disse...

Bom regresso:-) Essencial de férias é deixar que seja apenas o relógio biológico a mandar, para comer, para dormir, para acordar...