segunda-feira, 4 de abril de 2011

Fim-de Semana












Este fim-de-semana fomos para fora; fomos passear. Quando chega a Primavera aproveitamos os fins-de-semana que o A. está em casa e vamos para fora. É uma maneira de proporcionar dias diferentes às crianças (e também aos adultos!) e de fugir à rotina quando o tempo assim o permite. Indecisos entre o norte e o sul, acabamos por optar pela Serra e pela neve! A família paterna do A. é da Serra e como tal todos os anos lá vamos, geralmente na primavera. Pode-se dizer que já não me perdia nas ruas de Seia ou de Gouveia. É incrivel como aproveitam os edificios antigos e os transformam em equipamentos rentáveis e modernos por dentro, mantendo a fachada. Seia é imagem disso mesmo. Ali respira-se história. Os edificios mantêm a imagem tipica do granito mas por dentro são todos restaurados e modernos. Um dos exemplos disso é o Museu do Brinquedo. Fomos visitá-lo. Os miudos e graudos adoraram! Pode conhecer-se o mundo a brincar, onde revivemos os nossos brinquedos de infância, em que partilhamos memórias; é um revivalismo!Eu e a mana C. demos conta de uma máquina de lavar igualzinha a uma que tivemos, um frigorifico, um ferro de engomar, enfim... É como diz o folheto do Museu : "Este Museu é dedicado a todos os adultos que já foram crianças e a todas as crianças que, um dia, hão-de ser adultos!"

É considerado um núcleo museológico, segundo me expilcou uma técnica que estava de serviço, e depende da Autarquia. Portanto se quiserem dar uma olhadela pela net ao Museu do Brinquedo, têm que aceder ao site da Câmara Municipal: http://www.cm-seia.pt/.

Na nossa rota, estava também, além de uma ida à Torre e da brincadeira na neve do M's com os respectivos trenós, (onde também encontrámos a professora C. - como o mundo é pequeno!) uma ida ao outro núcleo museológico, este já gerido e explorado por uma entidade privada, cito naquela cidade e que é tão famoso pelas suas iguarias: O Museu do Pão! É sitio obrigatório de passagem quando vamos lá cima. Os miúdos adoram, não só o museu, com a confecção das bolachas com o nome, como da parte do restaurante que nos oferece um buffet maravilhoso cheio de coisas boas tipicas da região e do qual vos deixo aqui algumas fotos! Além do buffet de entradas e do buffet de sobremesas, tem sempre um prato de carne e um prato de peixe, que é sempre confeccionado com pão. Desta vez , fomos presenteados com uns medalhões de pescada com broa acompanhado de puré de batata com cenoura e 1/4 de kiwi; quanto ao prato de carne, foi borrego com arroz de enchidos e esparregado de feijão verde.

Obrigatória também é a passagem na mercearia tipica e desta vez trouxemos um pão tipico da museu.


No Domingo, aproveitámos o que nos restava de fim-de-semana e fomos às compras para a casa! Comprámos copos, "um caminho de mesa" cor de rosa, uns castiçais dourados que fazem- como diria uma pessoa que eu conheço- "quejunto" com uns aneis de guardanapo também dourados, entre outras coisas! Tenho uma amiga que sofre do mesmo mal do que eu! Não pode passar em frente a lojas de decoração, tipo o gato preto e afins!! Bom mas eu não me perdi no gato preto foi mais na ZaraHome!

Bom, isto a juntar a um relógio para a cozinha que tinhamos comprado na véspera em Nelas, numa outra loja de decoração! Portanto: eu não posso mesmo aproximar-me deste tipo de lojas!!!

Sem comentários: