terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Noite de Véspera de Natal


E pronto. Já lá vai o natal. É a época do ano que mais gostamos cá em casa. A minha irmã até costuma dizer que aqui se começa a festejar o natal logo a seguir ao mês de Agosto!!! Exagero claro! Mas em Novembro já se respira natal aqui em casa. Há uma série de rituais que seguimos e por ser uma época que passa a correr, o melhor é começar cedo. Há a loiça da cozinha que tem que mudar para o serviço de natal, os enfeites pela casa, depois as árvores de natal ( temos uma grande na sala e outra no quarto das crianças, mais pequena, claro) depois o presépio, a ida ao musgo para o presépio, enfim...passando pelas festas de natal das crianças e pelas bolachas de natal feitas aos fins de semana, o planear dos presentes "handmade"... , as tradicionais visitas aos presépios da cidade, nomeadamente os dos bombeiros, voluntários e municipais, são fantásticos, minunciosos.
O bacalhau foi o rei da ementa, claro. Cozido, com couves, batatas, cenouras, ovos e grão. As entradas foram leves porque o menu assim o exigia. Apenas uns croquetes e uns bolinhos de bacalhau em versão cocktail e umas tapas do mar para colocar numas tostinhas.
Depois do bacalhau...as sobremesas. Feitas por mim, o tronco de natal, o semifrio de gelado de baunilha e cockies e as tacinhas de fruta. Da avó I. temos os indispensáveis coscurões (receita quase centenária na familia), a mousse de limão e o doce das três camadas . Da avó R. as rabanadas e a tia K. trouxe os sonhos e o bolo rei.
A noite não podia correr melhor. O pai natal lá veio e até tocou à campaínha. O natal é das crianças. Até a distribuição dos presentes tem um ritual!
No fim da noite, o chá.Verde com manga e tangerina. Termina assim mais uma consoada.
Feliz Natal!!!

Sem comentários: